28 de julho de 2014

"Boogie Oogie" pega carona na repercussão positiva de "Pecado Mortal" e "Dancing Days" na TV

segunda-feira, julho 28, 2014 - Nenhum Comentário


Relembrar os bons momentos da Era Disco do final da década de 1970, no Rio de Janeiro. Este é o pano de fundo da nova novela das seis da Rede Globo, Boogie Oogie, que estreia no dia 04 de agosto. A trama do estreante autor Rui Vilhena com direção geral de Ricardo Waddington e Gustavo Fernandez tem a missão de recuperar a audiência desta faixa que viveu em queda livre durante a exibição de Meu Pedacinho de Chão.

Mas, o que chama mesmo a atenção é o fato da Globo colocar uma novela de época nos anos 1970, meses depois da Rede Record finalizar a exibição de Pecado Mortal, também ambientada no mesmo período. E detalhe: a trilha sonora é a praticamente a mesma. Além disso, o novo folhetim estreia embalado na excelente repercussão e audiência da reprise de Dancing Days, no canal Viva, na TV Paga.

Na entrevista coletiva, a direção da novela disse que a escolha por fazer uma novela da década de 1970 não teve interferências externas. "A escolha do ano de 78 foi por uma memória afetiva que Rui e eu compartilhamos, e também trouxe umas facilidades, naquela época não havia celular, internet, isso torna mais verossímil uma história envolvendo troca de bebês”, afirma Ricardo Waddington.
Fotos: TV Globo / Gshow / Reprodução.

Já Rui Vilhena afirma que a única preocupação é fazer uma boa novela. "Uma boa história é sempre uma boa história e a minha preocupação é escrever isso independente do horário, onde vai passar ou audiência. É o meu primeiro trabalho na Globo com Ricardo na direção e esse elenco maravilhoso. Tenho a certeza que o Natal chegou mais cedo esse ano. Boogie Oggie é uma novela clássica, pra cima, é como se fosse aquela coisa típica da época. Arrume os móveis da sala que o show vai começar", diz o roteirista.

Com previsão de permanecer quatro meses no ar, Boogie Oogie conta a história de duas moças, Sandra (Isis Valverde) e Vitória (Bianca Bin), que já na fase adulta descobrem que foram trocadas na maternidade e disputam, coincidentemente, o amor do mesmo homem, o jovem aspirante a piloto comercial Rafael (Marco Pigossi). Mas nem tudo são flores: a novela ainda é recheada de vinganças e paixões mal resolvidas do passado. Para ler a sinopse completa, clique aqui.

O folhetim marca também o retorno à TV da atriz Betty Faria. Ela fará a personagem Madalena, uma matriarca pra frentex e bastante solar. “Não diria que a Madalena seja cômica. Ela é uma pessoa feliz. Espero que ela passe esperança e essa energia positiva para as mulheres mais velhas, e que se pode ter uma vida prazerosa e agitada na terceira idade. A Madalena é a matriarca da família e vai tentar controlar tudo com seu bom-humor. Estou ansiosa para a estreia. Adoro o clima de gravação!”, conta.
Fotos: TV Globo / Gshow / Reprodução.

Outra novidade de Boogie Oggie foi o concurso Garoto Boogie Oogie, do Vídeo Show, que deu a oportunidade do jovem ator Brenno Leone, 21 anos, de participar da novela. “Estou muito feliz de poder participar de uma novela de época como Boogie Oggie. O personagem é muito parecido comigo, um garoto surfista que foi criado apenas pela mãe”.

Para compor o personagem, Brenno teve que fazer uma mudança no visual. "O cabelo ficou mais loiro surfistão, cavanhaque e bigode mais delineado. Também parei de raspar os pelos do corpo. Nessa época ninguém raspava o corpo. Eu raspava, mas agora tenho que deixar”, confessa o ator.






Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.









Jornalista


João Pessoa sedia a Copa do Mundo de Robótica 2014 no Brasil

segunda-feira, julho 28, 2014 - Nenhum Comentário
Foto: Embratur / Reprodução.


Entre os dias 19 a 25 de julho, a cidade de João Pessoa, na Paraíba, sediou a Copa do Mundo de Robótica 2014, a Robocup. Realizado pela primeira vez na América do Sul, o torneio tecnológico reuniu cerca de 3 mil competidores oriundos de cerca de 50 países. Para a edição deste ano, o Brasil disputou a candidatura com o Japão e o Canadá em 2012, em um evento realizado anteriormente na Cidade do México.

Considerada um dos maiores eventos de robótica e inteligência artificial do mundo, a Robocup envolve disputas em cinco categorias principais: Soccer, Rescue, Home, Work e RoboCupJunior, além de jogos e demonstrações. No Brasil, o evento foi organizado pela Sociedade Brasileira de Computação, pela Federação Mundial de Robótica em parceria com o Ministério do Esporte, Embratur e dezenas de universidades do País.

“A Robocup foi realizada alguns dias depois da Copa do Mundo FIFA 2014 e vem confirmar a vocação do Brasil como sede de grandes eventos das mais diversas áreas, seja esportivo, religioso, de negócios ou de tecnologia”, explica o presidente da Embratur, Vicente Neto. Atualmente, o Brasil está entre os dez países que mais realizam eventos internacionais segundo o ranking da Internacional Congress and Convention Association (ICCA).
Fotos: Embratur / Reprodução.

Antes mesmo da Robocup começar, a Copa do Mundo da FIFA 2014 possibilitou dar uma janela interessante ao evento colocando a robótica brasileira como pauta internacional. É que na abertura do Mundial foi apresentado ao público o exoesqueleto, tecnologia que possibilitou um paraplégico brasileiro dar o pontapé inicial para o evento esportivo de futebol, realizado por 156 pesquisadores de 25 países e liderada pelo neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis (Duke University, EUA, e do Instituto de Neurociência de Natal, Brasil).

As pernas do exoesqueleto eram controladas pelo paraatleta, Juliano Pinto, de 29 anos, através de impulsos cerebrais captadas por eletrodos em um boné na cabeça de Juliano. De acordo com os organizadores, este foi o objetivo central do projeto internacional: permitir que uma pessoa paralisada possa movimentar seus membros. Confira no vídeo:


Um pouco mais de um mês depois da Copa do Mundo, a Robocup não esqueceu do futebol. Um dos destaques do evento foi a disputa de futebol entre robôs desenvolvidos por alunos do Centro Universitário da Faculdade de Engenharia Industrial de São Bernardo do Campo. De acordo com o professor de Engenharia Elétrica da FEI Ronaldo Bianchi, os robôs raciocinam e têm total autonomia na hora do jogo.

“Foi um grande evento científico, em que estudantes, pesquisadores e especialistas têm uma oportunidade de compartilhar informações. As competições são importantes, mas ganha quem aprende mais. O objetivo principal é a pesquisa, tanto que, após as competições, os desenhos dos projetos ficam disponíveis para todos. Há uma grande transferência de conhecimento”, ressalta o professor e coordenador da RoboCup.

A Copa do Mundo de Robótica 2014 colocou mais uma vez o Brasil no cenário mundial e promove o País como destino turístico e de estudos. “Além chamar a atenção da comunidade científica para o Brasil, a realização de um evento como esse promove também a Paraíba como um excelente destino turístico do País. O estado tem belas e charmosas praias, algumas badaladas e outras mais calmas, além de falésias coloridas, agradando assim os mais diversos perfis de turistas que procuram destinos de Sol e Praia”, destacou Vicente Neto.







Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.









Jornalista


27 de julho de 2014

Inscrições abertas para o concurso de inovação e startups do SET EXPO 2014

domingo, julho 27, 2014 - Nenhum Comentário


A Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET) abriu inscrições para o concurso de inovação e startups do SET EXPO 2014. O objetivo é premiar e incentivar ideias, serviços ou produtos destinados à tecnologia de rádio e TV e suas interações com games, internet, celulares, interatividade e novas mídias em geral, além de ações off-line, cinema e shows. Os trabalhos podem ser inscritos até o dia 30 de julho no site do evento.

Um comitê composto por membros da SET, do Sebrae e do grupo EraTransmídia selecionará as 18 melhores propostas. Esses 18 selecionados receberão mentoria gratuita da Escola de Negócios do SEBRAE-SP, em programa com 50 horas de duração, de 5 a 15 de agosto. Entre eles, dez finalistas receberão da SET também gratuitamente um estande montado na Área de Inovação – Startups SET da feira. A SET divulgará os finalistas no dia 18 de agosto.

Os finalistas poderão participar também de duas sessões do congresso do SET EXPO, “Como criar sua startup no mercado de televisão”, moderada por Rodrigo Arnaut, dia 25/08 (17h30 às 19h30), e “Demo Day Startups SET”, moderada por Lindália Reis, dia 26/08 (17h30 às 19h30). No último, os dez finalistas terão espaço para apresentar pitchings, e o melhor deles, ainda, será premiado durante o evento. As duas sessões serão abertas ao público gratuitamente.

Os participantes selecionados pelo concurso terão uma oportunidade única de conhecer investidores, empreendedores e se relacionar com profissionais da área de tecnologia e comunicação. As inscrições poderão ser feitas tanto por profissionais quanto por empresas constituídas, sejam elas pequenas, médias ou grandes. O congresso terá mais de 170 palestras e a organização do evento espera a visita de mais de 10 mil profissionais do setor.

“Vale qualquer projeto, desde uma ideia de uma pequena empresa ou de um profissional até mesmo de um produto em desenvolvimento de uma grande empresa. Mas as propostas deverão ser inovadoras e oferecer uma contribuição relevante para o mercado de tecnologia de radiodifusão, seja em TV, rádio, da indústria eletrônica, de computação, audiovisual, cinema e novas mídias”, ressalta Rodrigo Arnaut, membro da diretoria da SET e um dos idealizadores do programa de startups na entidade, junto com Lindália Reis, também da diretora da SET.







Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.









Jornalista



Seminário Perspectivas Profissionais em Comunicação 2014 na UERJ

domingo, julho 27, 2014 - Nenhum Comentário


Nos dias 05, 06 e 07 de agosto, a Faculdade de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), por meio do Laboratório de Comunicação Integrada, realiza a 11ª edição do Seminário Perspectivas Profissionais em Comunicação 2014. O evento acontecerá das 15h às 18h30, no auditório 91, do Campus Maracanã, localizado à Rua São Francisco Xavier, 524 – 9º andar, bloco F.

O objetivo do seminário é analisar as áreas de atuação e discutir as perspectivas profissionais e desafios nas seis habilitações em comunicação: Jornalismo, Relações Públicas, Rádio e TV, Produção Audiovisual, Publicidade e Propaganda e Produção Editorial. O evento também é uma ótima oportunidade para que os estudantes do ensino médio, vestibulandos, universitários e demais interessados na área esclareçam dúvidas sobre as profissões.

O tema deste ano é “Os desafios encontrados na comunicação no século XXI” e contará com a presença de importantes profissionais da área. Participarão das palestras: Ancelmo Gois (colunista do jornal O Globo), Leila Sterenberg (apresentadora do Jornal Globo News), Carlos Mayrink (professor de Web Rádio na Escola de Rádio do Rio de Janeiro), Mini Kerti (diretora publicitária da produtora Conspiração), Breno Silveira (diretor de Gonzaga – De Pai pra Filho e 2 Filhos de Francisco), entre outros.

As inscrições são gratuitas e poderão ser realizadas através do e-mail seminarioperspectivas2014@gmail.com até 31 de julho. Serão emitidos certificados somente às pessoas que participarem dos três dias do evento. É importante ressaltar que as vagas são limitadas. Logo, as inscrições podem ser encerradas antes da data estipulada.


Programação


05 de agosto

Palestras de Jornalismo
15h: início do credenciamento
15h30 às 16h: Ancelmo Gois
16h às 16h30: Leila Sterenberg
16h30 às 16h45: perguntas do público
16h45 às 17h: intervalo

Palestras de Rádio e TV
17h às 17h30: Igor Soares Peixoto
17h30 às 18h: Carlos Mayrink
18h às 18h15: perguntas do público
18h15 às 18h30: sorteio

06 de agosto

Palestras de Relações Públicas
15h: início do credenciamento
15h30 às 16h: Nadia Stanzig
16h às 16h30: Carolina de Jesus
16h30 às 16h45: perguntas do público
16h45 às 17h: intervalo

Palestra de Produção Audiovisual
17h às 17h30: Breno Silveira
17h30 às 18h: Hadija Chalupe
18h às 18h15: perguntas do público
18h15 às 18h30: sorteio

07 de agosto

Palestra de Publicidade e Propaganda
15h: início do credenciamento
15h30 às 16h: Mini Kerti
16h às 16h30: Eduardo Forbes
16h30 às 16h45: perguntas do público
16h45 às 17h: intervalo

Palestra de Produção Editorial
17h às 17h30: Daniele Cajueiro
17h30 às 18h: Fernanda Pantoja
18h às 18h15: perguntas do público
18h15 às 18h30: sorteio





Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.









Jornalista


25 de julho de 2014

Crowdfunding oferece novas possibilidades para o Jornalismo

sexta-feira, julho 25, 2014 - Nenhum Comentário
Foto: Site Salon / Reprodução.


Na seção Café Convidado desta semana, a jornalista Natalia Viana, diretora da Agência Pública, escreveu um artigo muito interessante sobre crowdfunding. Trata-se de uma ação que consiste em mobilizar pessoas e empresas na internet para o financiamento de projetos empreendedores nas mais diversas áreas. Para Natalia, este sistema oferece novas possibilidades para o Jornalismo se estabelecer de modo empreendedor e colaborativo. Abaixo, confira o texto:


Os dez mandamentos do crowdfunding



Por Natalia Viana*



Ontem, no 9º Congresso da Abraji, tive a oportunidade de trocar algumas experiências sobre como organizar uma campanha de crowdfunding para jornalismo. Estava muito bem acompanhada: na mesa, estavam Natalia Garcia, a primeira jornalista no Brasil a financiar um projeto por crowdfunding – o Cidades para Pessoas – e a Sabrina Duran, que toca o projeto Arquitetura da Gentrificação.

As duas campanhas de crowdfunding aconteceram antes do Reportagem Pública e nos ensinaram muito. A Natalia, em especial, foi nossa “guru” desde o começo e nos deu dicas valiosas, muitas das quais foram ampliadas para o primeiro financiamento coletivo da Agência Pública.

O papo foi tão bom que achamos bacana compartilhar aqui, com os nossos leitores. Vamos começar pelo começo. O projeto Reportagem Pública durou 45 dias em agosto e setembro de 2013 e arrecadou R$ 58.935 de 808 apoiadores, distribuindo 12 bolsas de R$ 6 mil.

A Pública recebeu 125 propostas de reportagem e selecionou 48 delas, votadas pelos doadores através de um hotsite especial, no qual também podiam comentar as propostas e se voluntária para ajudar os repórteres. A ideia do projeto era testar as possibilidades de colaboração em jornalismo investigativo, engajando público e repórteres na realização de pautas de interesse mútuo, eliminando os intermediários.
Foto: Site Publiki.me / Reprodução

Durante os meses que antecederam a campanha, as diretoras da Pública trabalharam na estratégia. A campanha teve slogans como “Queremos mais repórteres nas ruas”, “Queremos mais investigações que importam”. Estabelecemos uma rede de apoio com aliados próximos, como as organizações Escola de Ativismo, Barão de Itararé, Rosental Calmon Alves, Intervozes e Mídia Ninja.

Obtivemos também o apoio da fundação Omidyar Network, que proveu “Matching Funds” para o projeto: a cada real arrecadado, a fundação deu mais 1 real dobrando o valor final e possibilitando a doação de mais bolsas para jornalistas.

Uma lição importante foi a necessidade de engajar todos os que querem participar do projeto. Por isso, os doadores puderam não só votar nas pautas, mas também trocar mensagens com os repórteres, através do hotsite que fizemos para o projeto, e também através do grupo de e-mail que criamos para todos os que participaram. O grupo se mantém ativo até hoje e tem sido fonte de informações para membros da academia que estão estudando o Reportagem Pública.

Outra lição muito importante que aprendemos foi penar na campanha como uma maratona, não uma corrida de 100 metros. Não vale “queimar a largada”, como fez o Brasil diante do time da Alemanha na Copa… É preciso fazer uma estratégia para cada semana, buscando grupos diferentes que podem se interessar pelo projeto, com uma tática diferente para cada uma das semanas, ângulos diferentes do projeto, e usando diferentes materiais de campanha (imagens/videos). Afinal, ninguém quem ficar tempo todo te ouvindo só pedir dinheiro, né?
Foto: Blog Reid Hoffman / Reprodução.

Esse vídeo aqui é um exemplo. Com ele, mostramos que a Pública precisava da ajuda dos seus leitores e simpatizantes, sem ficar reforçando o pedido por dinheiro. E ainda sobrepomos Frida Kahlo ao Tio Sam, de brinde: http://youtu.be/oixO1GDDly4

Teve ainda muitas lições que aprendemos no caminho. Fiz, logo depois do final do projeto, uma lista com os “dez mandamentos” do Crowdfunding, segundo tudo o que aprendemos por aqui. A lista está abaixo, item por item, mas quiçá o maior e mais interessante de todos os aprendizados diz respeito à natureza mesma da campanha que fizemos.

A campanha inspirou jornalistas em todo o Brasil a apostar em grandes investigações e no crowdfunding. Conseguimos financiar e produzir – com muito trabalho! – 12 séries de reportagens muito bacanas, que podem ser vistas aqui.

Muitos outros grupos se seguiram, e temos tentado ajudar no que podemos – claro, nem sempre temos tempo! Mas o essencial é o seguinte: o crowdfunding não é apenas uma maneira de levantar dinheiro; é uma maneira espalhar novas ideais e convidar pessoas para fazerem parte da sua construção.

Dez mandamentos do crowdfunding:

1) O projeto tem que existir: seja honesto com você mesmo e acredite

2) Convide as pessoas a participar

3) Ouça o que os mais experientes e mais velhos têm a dizer

4) Seja organizado, desenvolva uma boa estratégia e a leve a sério

5) Seja transparente em relação a metas, intenções e uso do dinheiro

6) Encontre bons parceiros de caminhada, que sejam comprometidos com a causa

7) Fale, fale, fale muito sobre o seu projeto, fale o tempo todo

8) Mantenha sua palavra. Cumpra tudo o que prometer

9) Comemore cada apoio que você receber. Mantenha-se animado.

10) Esteja cercado por um grupo ou equipe que vai abraçar o projeto, questionar cada detalhe, trabalhar horas extra, sofrer e rir com você






 _____________________________
*Perfil: Natalia Viana é jornalista investigativa independente. Passou por diversos veículos como o Terra, Caros Amigos, além de ter colaborado com matérias para revistas e jornais internacionais. É diretora da agência Pública, uma agência independente de Jornalismo Investigativo. Recebeu o Troféu Mulher Imprensa 2013.









  • Para participar da seção Café Convidado, do blog Café com Notícias, basta enviar para o e-mail wander.veroni@gmail.com com um material de sua autoria. Pode ser uma reportagem (texto, áudio ou vídeo), artigo, crônica, fotografias, peças publicitárias, documentário, VT publicitário, spot, jingle, videocast ou podcast. Mas, atenção: pode participar estudantes de Comunicação Social (qualquer habilitação: jornalismo, publicidade, relações públicas, marketing, Rádio e TV, Cinema, Produção Editorial e Design Gráfico), profissionais recém-formados ou profissionais mais experientes de qualquer outra profissão. Participe e seja meu convidado para tomarmos um Café! OBSERVAÇÃO: Por ser editor responsável pelo Café com Notícias, o material enviado está sujeito a sofrer edição final para adequação da linha editorial abordada neste espaço.









Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.










Jornalista



E-mail Newsletter

Cadastre seu e-mail e seja o primeiro a ficar sabendo o que rola no Café com Notícias

© 2007-2014 Café com Notícias .
Adaptado por Giselle Carvalho | Imagem Header Crédito Psyho .
back to top