23 de abril de 2014

#SuperSong: Ricky Martin grava clipe da música "Vida" no Rio de Janeiro

quarta-feira, abril 23, 2014 - Nenhum Comentário


Com a pretensão de ser o hit da Copa do Mundo no Brasil em 2014, o cantor porto-riquenho Ricky Martin lançou o clipe da música “Vida”, nesta semana. A canção, que mistura elementos latinos com o cenário tipicamente carioca, foi composta por Elijah King, vencedor do reality show #SuperSong, do canal Sony, na TV Paga.

Ainda, a música foi produzida pelo produtor Salaam Remi, que já trabalhou com grandes artistas, como Lauryn Hill, Alicia Keys, Santana, Sting, Amy Winehouse, entre outros. Gravado nas praias do Rio de Janeiro, o vídeo foi filmado em três dias e contou com a participação de, aproximadamente, cem pessoas, entre crianças, bailarinos, modelos, capoeiristas, sambistas e jogadores de futebol.

No clipe, Ricky aparece em clima descontraído, dançando na praia, andando de bicicleta, aplaudindo o pôr do sol e até se arriscando no passinho – famosa dança brasileira derivada do funk carioca. Se compararmos com a frustrada tentativa de Pitbull, Jennifer Lopez e Claudia Leitte, em “We are One”, de representar uma música da Copa do Mundo no Brasil, Ricky Martin se saiu muito melhor. Assista o clipe:


O #Supersong é um projeto lançado em conjunto com a FIFA, em dezembro de 2013. Ao todo foram recebidas 1.600 composições feitas por aspirantes a músicos e fãs do futebol de 29 países diferentes. Após diversas fases de juízes, votação do público e da participação de Ricky, a composição de Elijah King foi a grande vencedora. Os bastidores da gravação da música foram mostradas no reality show exibido no canal Sony, na TV Paga.

“Me diverti muito viajando para o Brasil e gravando por lá. É uma sensação incrível ter tido a oportunidade de participar desta iniciativa global que é o SuperSong. Estou muito animado para finalmente lançar Vida e dividir esta canção especial com o mundo”, comenta Ricky Martin.


De acordo com a diretora do clipe Vida, Kátia Lund, Ricky queria um clipe que exaltasse a brasilidade de maneira espontânea. “A letra e a emoção do clipe chama todos para uma celebração da vida, pura e simples: o sol, o encontro, a energia. Fala de uma vida na qual as diferenças são festejadas e curtidas com naturalidade e alegria. Por isso, o Ricky queria um clipe como ele nunca havia feito: sem coreografias, cenários construídos e cenas dirigidas. Ele queria só o natural”, revela.






Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.







Jornalista

22 de abril de 2014

Empreendedor dá dicas de como viabilizar um projeto online

terça-feira, abril 22, 2014 - Nenhum Comentário
Foto: IDG Now / Reprodução.


Na seção Café Convidado desta semana, o especialista em negócios digitais e criador do blog Digaí, Felipe Pereira, dá algumas dicas para empreendedores online que querem tirar a sua ideia do papel e criar um novo negócio. De forma bem objetiva, Felipe explica cinco passos fundamentais que todo empreendedor deve observar para tornar a sua ideia viável e rentável, a partir de uma análise de mercado. Abaixo, confira o texto:


Os cinco passos para viabilizar sua ideia de negócio digital


Por Felipe Pereira*


Você tem uma ideia de negócio digital e não sabe o que fazer? Eu te ajudo! Muitas pessoas possuem ideias para negócios digitais, mas não sabem como tirar essas ideias do papel. Qual o primeiro passo? O que fazer depois que a ideia está pronta? A primeira dica que eu dou é: corra!

E por que digo isso? Porque apenas a ideia no mundo do empreendedorismo digital não vale muita coisa. O mundo está cheio de ideias, mas o que realmente vale é a implementação dessas ideias. Sua ideia só começa a valer algo concreto na hora em que você começa a colocá-la em prática e começar a fazer o que nós chamamos de validação. Então, o que fazer para colocar sua ideia em prática e validá-la? Explico cinco pontos importantes que ajudam nesse processo.

O primeiro passo é montar uma equipe: você deve procurar pessoas que consigam te ajudar a colocar a sua ideia em prática. Ou seja, você vai montar um time para tirar sua ideia do papel e colocá-la para funcionar na internet. Existem vários papéis que devem ser preenchidos para que o seu negócio vá para frente. E isso vai desde pessoas que entendam de gestão e de marketing, à profissionais de tecnologia e design.

Esses são perfis normalmente necessários para colocar em prática a ideia. Ressalto que é importante ter uma equipe complementar: não adianta você ter várias pessoas com o perfil muito parecido com o seu, é preciso que sejam pessoas diferentes e dispostas a agregar.

O segundo passo é estudar a real viabilidade da sua ideia: ela resolve um problema real do seu cliente? Existe mercado para esse novo negócio? Existem pessoas que tem um problema real que vai ser resolvido pela sua solução ou será que você está inventando um problema que na verdade não existe, a priori, para sua solução resolver? É muito importante analisar todos esses pontos e ver como sua solução pode se ajustar a esse contexto.
Foto: Thinkstock / Reprodução.

O terceiro passo que destaco é a análise da concorrência. Será que já existem outras soluções? As outras soluções já resolvem esse problema da mesma forma que a sua solução ou de uma forma até mais interessante (ou não)? 

Não estou dizendo que você só deve escolher um negócio para o qual não haja concorrência, mas sim que você deve evitar propor uma solução para um problema para o qual já existem vários concorrentes no mercado que estão resolvendo esse problema de uma forma competente e interessante. Seja diferente e mostre valor aos clientes.

O quarto passo é verificar se você possui recursos para produzir o negócio. A ideia deve ser viável, inclusive do ponto de vista técnico. É necessário haver tecnologia, recursos financeiros e equipe para produzir o que você deseja.

O quinto passo é pesquisar os impedimentos e restrições legais: a chamada parte burocrática. É preciso ter atenção com o controle governamental. Não adianta ter uma solução interessante, sem concorrência, com consumidores em potencial, fácil de implementar e viável do ponto de vista financeiro se existem leis do governo que restringem de alguma forma a implementação do negócio. Isso é um ponto determinante na validação da ideia e permeia todo esse processo.


 _____________________________
*Perfil: Felipe Augusto Pereira é mestre em administração, especialista em negócios digitais e criador do blog Digaí.








Para participar da seção Café Convidado, do blog Café com Notícias, basta enviar para o e-mail wander.veroni@gmail.com com um material de sua autoria. Pode ser uma reportagem (texto, áudio ou vídeo), artigo, crônica, fotografias, peças publicitárias, documentário, VT publicitário, spot, jingle, videocast ou podcast. Mas, atenção: pode participar estudantes de Comunicação Social (qualquer habilitação: jornalismo, publicidade, relações públicas, marketing, Rádio e TV, Cinema, Produção Editorial e Design Gráfico), profissionais recém-formados ou profissionais mais experientes de qualquer outra profissão. Participe e seja meu convidado para tomarmos um Café! OBSERVAÇÃO: Por ser editor responsável pelo Café com Notícias, o material enviado está sujeito a sofrer edição final para adequação da linha editorial abordada neste espaço.





Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.








Jornalista

21 de abril de 2014

“Ache Provas” ajuda estudantes e professores a encontrarem provas do vestibular e do Enem

segunda-feira, abril 21, 2014 - Nenhum Comentário


Ajudar estudantes e professores a encontrarem provas antigas e atuais dos principais vestibulares do Brasil, além de avaliações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Este é o objetivo do site e aplicativo do Ache Provas, criado por um grupo de empreendedores mineiros, liderados pelo estudante de Engenharia da Computação, Marcony Felipe Morais de Brito, de 23 anos, natural de São Domingos do Prata. Atualmente, ele mora em João Monlevade.

A ideia – que nasceu de um exercício de um professor de biologia do cursinho pré-vestibular de Marcony na época que se preparava para entrar na faculdade, serviu de ponta pé inicial para que ele criasse – ao lado de amigos, o maior banco de provas de vestibulares do Brasil.

E o mais bacana é que tanto o uso do site, quanto o do aplicativo do Ache Provas, são gratuitos. Para falar mais desta ferramenta que uniu tecnologia, empreendedorismo e educação, o Café com Notícias conversou com Marcony Felipe. Acompanhe a entrevista:

1) Como surgiu a ideia do "Ache Provas"?

Cristiano Prandini, meu professor de biologia do cursinho pré-vestibular na época, pediu para baixar a prova de 1997 da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Quando procurei pela prova, percebi uma grande dificuldade em encontrar, de maneira simples e rápida, o arquivo que desejava.

Após mais algumas buscas, notei que o mesmo aconteceu com diversas outras universidades. Ou seja, site da instituição com pouca acessibilidade, link indisponível, PDF’s de baixa qualidade, entre outros motivos. Foi neste momento que tive a ideia de fazer um site que abrigasse o máximo de faculdades, com o objetivo de fornecer a todos alunos do Brasil, um acervo de provas completo e dinâmico, inteiramente gratuito.

Para dar início ao projeto, convidei meu primo e parceiro Robson Morais Martins. Ele topou na hora, então dividimos os custos e registramos o domínio www.acheprovas.com. Para colocar a ideia no ar, foi necessário muito esforço nosso em armazenar todas as provas e montar um banco de dados próprio. Iniciamos com 70 universidades e hoje estamos com aproximadamente 100, incluindo as provas do ENEM.
Robson Morais, Marcony Felipe e Maycon Brito fazem parte do grupo que criou o "Ache Provas". Foto: Arquivo Pessoal.

2) E o processo de construção do aplicativo, como foi?

Atualmente, o Ache Provas está disponível para Windows Phone 8 (WP 8) e Android. A versão para WP 8 foi um trabalho muito importante com o estudante de Engenharia da Computação, Ítalo Almeida.

Ele nos ajudou a desenvolver uma API (mecanismo que possibilita a comunicação com o banco de provas) e, além disso, construiu toda estrutura para rodar no dispositivo móvel com o sistema da Microsoft. Foi um passo muito importante para conseguirmos caminhar com a ideia da mobilidade.

E foi então que neste ano, em uma parceria com o desenvolvedor Java, Maycon Brito, lançamos a mesma aplicação móvel que funcionasse em Android. Um trabalho pesado, iniciado no fim do ano passado, mas que possibilitou, de forma que eu não imaginava, aumentar o alcance de nosso projeto, mesmo em pouco tempo.

3) No site do aplicativo há uma equipe que te ajudou a criar o "Ache Provas". Como foi o processo para reunir todo mundo? Vocês já se conheciam?

Isto foi acontecendo de forma muito natural. Trabalhei somente com o Robson por grande período. Logo depois, o Ítalo Almeida, que já era meu amigo há algum tempo, criou uma interface do que seria o aplicativo para as plataformas da Microsoft e me apresentou. Pouco depois, já estávamos colocando no ar e disponibilizando para todo Brasil.

Posterior a isto, Maycon Brito, que é meu amigo de trabalho, se prontificou a criar um modelo do que veio a se tornar a aplicação Android lançada agora em abril. É até engraçado, às vezes, quando fico percebendo como as coisas vão se conectando na vida.

Acredito que quando nos esforçamos em algo, pessoas certas aparecem em nosso caminho e nos ajudam, sem ao menos pensar em dinheiro no primeiro momento. Imaginar que algo que você cria ou participa, beneficia muitas pessoas, de forma gratuita, é um baita combustível que anima qualquer um.

4) O aplicativo "Ache Provas" foi lançado no início de abril com 400 mil provas baixadas. Esperava esse sucesso todo? Quais são as perspectivas?

Acredito que as coisas vão se conectando. Criar a plataforma web primeiramente e ir migrando para o mobile, atualmente, pode não ser a coisa certa a ser fazer. Mas, ao mesmo tempo, nos permitiu ter pessoas que gostam de nosso trabalham ou que querem ajudar, contribuindo na divulgação e correção de problemas.

Temos muito a evoluir, com certeza, e sempre contamos com nossos queridos amigos e usuários nesta árdua tarefa. Atualmente possuímos 485.000 provas baixadas...não digo ainda ser um grande sucesso, mas esperamos chegar lá o quanto antes (risos).

As perspectivas para este ano são de terminar uma mudança na plataforma web, permitindo que educadores, estudantes e pessoas bem gabaritadas, possam escrever sobre diversos assuntos na área de educação.

Este mês acertamos com mais uma colaboradora, Marcella Morais, que cuidará de todo este contato e conteúdo. Possuímos uma base de aproximadamente 500 educadores que acreditam em nosso trabalho. Esperemos fortalecer este vínculo com eles e firmar parcerias que agreguem valor a todos.
Os empreendedores mineiros Robson Morais, Marcony Felipe e Maycon Brito comemoram o sucesso do aplicativo "Ache Provas". Foto: Arquivo Pessoal.

5) Depois desta experiência, pretende criar outros tipos de aplicativos ou focar em apps na área da educação?

Por enquanto não, pretendemos manter o foco. O próximo passo é disponibilizar uma versão para iPhone e iPad. Vejo uma grande oportunidade para o Ache Provas a longo prazo. Milhares de pessoas já estão utilizando nosso site e aplicações.

Vincular pessoas e conteúdo é algo muito importante e duradouro. Algo na web inevitável e infalível é ter um conteúdo sólido, bem feito e original. Quem estuda e compartilha, adora. Além disto, os mecanismos de pesquisa colocam como fator diferencial em termos de posicionamento.

6) Qual é a dica que você dá para quem quer criar um aplicativo, mas não sabe por onde começar?

Sou fã de um grande e conhecido empreendedor chamado Gustavo Caetano, CEO da Startup Samba Tech, e presidente da Associação Brasileira de Startup. Entre muitas grandes frases que ele diz, a que mais gosto e levo comigo é: “Procure falar menos e fazer mais”. Confio muito que esta seja a vertente principal para criar um aplicativo ou startar qualquer outra ideia.

Se seu sonho é criar um jogo para celular, mas não tem nenhuma base teórica, por exemplo, comece tentando fazer uma interface que possua uma bolinha que movimente da esquerda para direita. Ou ainda, chame aquele amigo seu nerd e trabalhe junto com ele. Aplicando muito esforço em fazer acontecer, notará que logo já terá seu primeiro jogo pronto para publicar. Criar coisas para outras pessoas utilizarem empolga e muito.

Vejo também que não é necessário ficar pensando em algo que quebre paradigmas ou que seja a aplicação mais inovadora do mundo. Fazer algo que mude ou facilite de alguma forma a vida das pessoas é a essência de tudo. Além disso, transformará também a sua vida.

Tenho que trabalhar e estudar bastante para conquistar minhas grandes metas, mas só de saber que consigo fazer com que milhares de estudantes, todos os dias, ganhem tempo na pesquisa de uma prova ou aprendam algo no Ache Provas, é muito satisfatório. Algo que brilha os olhos.

7) E por falar em criação, é possível ter uma renda a partir do empreendedorismo na web?

Não é só possível ter uma renda a partir do empreendedorismo na web, como também viver dos seus empreendimentos. Entretanto, na minha sincera opinião, quando alguém coloca somente dinheiro e sucesso como prioridade, já começa marcando seu caminhando ao fracasso.

Muitas noites de sono perdido e esforço são necessários para conseguir algo na web. É um espaço muito competitivo e com muita gente talentosa, inteligente e focada. Concluindo, vá atrás do que deseja com amor e fé.

Não esqueça que seus passos só serão possíveis se estiver amparado por pessoas habilidosas e que compartilhem do mesmo sentimento. Se colocou na sua cabeça que construirá um aplicativo que milhões de pessoas utilizarão, você consegue! Ninguém no mundo pode tirar isto de você. “Dá pra fazer”!






Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.








Jornalista

20 de abril de 2014

YouTube Creator Camp Brasil estimula a profissionalização dos Vloggers

domingo, abril 20, 2014 - Nenhum Comentário


Oferecer uma semana de treinamento para profissionalizar o seu canal no YouTube. Esta foi a proposta da 1ª edição do YouTube Creator Camp Brasil, realizado na semana passada, no Rio de Janeiro. O objetivo é estimular ainda mais produtores de conteúdo audiovisual independente no canal de vídeos da Google.

Para participar desta iniciativa, o YouTube convidou integrantes de 13 dos canais mais promissores do Brasil participaram de um workshop no Cassino da Urca – prédio que foi sede da antiga TV Tupi, no bairro da Urca, na capital fluminense. Lá, os vloggers assistiram diversas palestras e puderam trocar experiências entre si.

Todo o processo foi acompanhado em formato de reality show apresentado por Gabriel Totoro, do Porta dos Fundos, e Pathy dos Reis, do Galo Frito. Durante o evento, os participantes tiveram um grande desafio: o melhor vídeo feito em 48 horas ganha uma viagem para o YouTube Space, em Los Angeles. Assista o vídeo para entender melhor:

De acordo com a Google Inc., o YouTube Creator Camp existe em diversos países. O Brasil é o segundo país que mais acessa e produz conteúdo independente no YouTube em todo o mundo, só perde para os Estados Unidos. Além disso, a proposta do evento é promover também uma troca de experiências entre os vlogueiros e, dessa maneira, estimular mais pessoas a produzir conteúdo de forma profissional para o YouTube.

Desde o ano passado, a Google tem se empenhado para estimular a profissionalização dos vídeos, não só com um curso via educação a distância, como também um site cheio de dicas e ferramentas para melhorar a experiência do produtor de conteúdo audiovisual independente.

O mais interessante do YouTube Creator Camp Brasil é que o YouTube disponibilizou um resumo das palestras, de modo bem objetivo e prático. Os assuntos são diversos, desde produção de roteiro, iluminação, áudio, divulgação em redes sociais, faturamento, etc. Abaixo, assista duas palestras bastante interessantes:






Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.







Jornalista

19 de abril de 2014

#Luto: Morre o jornalista e narrador esportivo Luciano do Valle

sábado, abril 19, 2014 - Nenhum Comentário
Foto: Folhapress / Reprodução.


O jornalismo esportivo está mais triste. Faleceu neste sábado (19/04), aos 66 anos, o jornalista e narrador esportivo Luciano do Valle, da TV Band. Ele havia passado mal durante uma viagem de avião de São Paulo à Uberlândia, onde iria narrar no domingo (20/04) o jogo entre Atlético-MG e Corinthians, no Estádio Parque do Sabiá, pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro (Brasileirão).

De acordo com a assessoria da Infraero, Luciano chegou a receber os primeiros atendimentos ainda na aeronave e, logo depois, foi levado para um hospital da cidade do Triângulo Mineiro. O narrador esportivo teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. Segundo o Instituto Médico Legal (IML) de Uberlândia, Luciano faleceu vítima de um infarto.

Veja também:


Principal nome da equipe esportiva da TV Band, Luciano do Valle se preparava para liderar a cobertura da Copa do Mundo no Brasil daqui a dois meses. Com passagens pela Globo e Record, Luciano foi responsável pelo fortalecimento da Band como o “canal do esporte”, na década de 1990. Ele teve duas passagens na emissora do Morumbi: de 1983 a 2003 e de 2006 até os dias de hoje.

Conhecido pela narração das partidas de futebol, Luciano também ficou conhecido por ser um dos grandes apoiadores de esportes olímpicos, além do vôlei, basquete, boxe, Fórmula 1 e Fórmula Indy. Também foi responsável por dar espaço a atletas de várias categorias na função de comentarista, entre eles o atual companheiro de jornada esportiva, o ex-jogador de futebol Neto.

Abaixo, confira a repercussão da morte de Luciano do Valle nas redes sociais:






Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.







Jornalista

E-mail Newsletter

Cadastre seu e-mail e seja o primeiro a ficar sabendo o que rola no Café com Notícias

© 2007-2014 Café com Notícias.
Adaptado por Giselle Carvalho | Imagem Header Crédito Psyho.
back to top