22 de maio de 2015

Anatel inicia campanha sobre o fim da TV analógica no Brasil

sexta-feira, maio 22, 2015 - Nenhum Comentário


Desde a última quinta-feira (21/05), os moradores da cidade de São Paulo e de 27 municípios paulistas passaram a ser avisados sobre o início da contagem regressiva para o fim das transmissões de TV analógica no Brasil, previsto para ocorrer em 2018. Em Belo Horizonte (MG), o término das transmissões analógicas na TV aberta serão em junho de 2016, segundo o cronograma da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Os telespectadores que recebem o sinal analógico verão nas suas telas, em alguns momentos do dia, o símbolo da televisão analógica (inicialmente a letra "A", que depois se abre, formando a palavra "Analógico"), acompanhado de uma mensagem de alerta sobre o futuro desligamento desse tipo de transmissão. Esses alertas fazem parte de uma campanha obrigatória dos radiodifusores, determinada por Portaria do Ministério das Comunicações.

Com o desligamento do sinal analógico no ano que vem, a programação da TV aberta estará disponível aos telespectadores dessa região tão somente em formato digital, que oferece maior qualidade de som e imagem. A digitalização da TV aberta traz ainda outras vantagens, como suporte à recepção móvel, multiprogramação e interatividade.

Dois meses antes da data prevista para o desligamento, haverá também uma indicação fixa com a contagem regressiva para o desligamento no alto da tela. As pessoas que visualizarem o "A" e a tarja em suas telas devem tomar providências para continuar assistindo a TV aberta no formato digital.

Se a televisão é antiga, daquelas grandes, de tubo, será preciso trocá-la por uma nova ou adquirir um conversor de TV Digital e, possivelmente, uma antena apropriada, preferencialmente externa, até a data de desligamento do sinal analógico para garantir a recepção da TV Digital. Se a televisão é nova e contiver um conversor de TV Digital integrado, poderá ser preciso providenciar a antena adequada para a recepção neste formato, caso o domicílio ainda não tenha.

A grande maioria dos modelos mais novos de TV, ditos de tela fina (plasma, LCD, LED etc.), já possui um conversor de TV digital integrado, mas é recomendável consultar o manual do produto para ter certeza. Em caso de dúvidas, o telespectador poderá procurar informações em uma página especial sobre o assunto na internet ou entrar em contato gratuitamente com uma central de atendimento telefônico (o número é 147).

A página e a central de atendimento são da Entidade Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (EAD), associação responsável por auxiliar os brasileiros a compreender as providências que devem ser adotadas para permitir que todos possam continuar assistindo à TV aberta em seu formato digital.

Essa associação é formada por empresas de telecomunicações que utilizarão a faixa de radiofrequência hoje ocupada pela TV analógica para a prestação de serviços móveis de quarta geração. A faixa de radiofrequência (700 MHz) será utilizada para ampliar a disponibilidade do serviço de telefonia e internet de quarta geração (4G LTE) no Brasil, que desde 2013 é prestado na radiofrequência de 2,5 GHz.

Há um cronograma de desligamento do sinal analógico da TV aberta que vai até 2018, de modo que todo o País passará por este processo. Em 2016, por exemplo, o cronograma inclui Distrito Federal e cidades próxima (abril) e as regiões metropolitanas de São Paulo (maio), Belo Horizonte (junho), Goiânia (agosto) e Rio de Janeiro (novembro). Em Rio Verde e na região do Distrito Federal a campanha obrigatória dos radiodifusores está em andamento. Abaixo, assista o vídeo com orientações sobre este assunto:









Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, siga a company page no LinkedIn, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.




  


  

Jornalista



Unicode vai liberar 38 novos emojis para as redes sociais

sexta-feira, maio 22, 2015 - Nenhum Comentário


Você é daqueles que adora usar os emojis nas postagens nas redes sociais e nos aplicativos de troca de mensagem? Saiba que até junho de 2016, a Unicode – empresa responsável por padronizar a linguagem na internet no mundo, irá liberar 38 novos emojis para smartphones, tablets e outros dispositivos. Entre as novidades, estão os emojis de selfie, bacon, batata, cenoura e, até mesmo, uma carinha de coruja.

A organização considerou as sugestões mais populares de internautas para "preencher lacunas no conjunto de emojis que já existem". Depois disso, empresas como Apple, Microsoft e Google – que não podem inventar emojis arbitrariamente, poderão interpretar cada um deles à sua maneira.

Recentemente a empresa propôs mudanças em alguns ícones que estavam gerando confusões. Sabe aquela "carinha amarela" derrubando uma lágrima que você usa para dizer que está triste ou doente? Na verdade ela foi criada para falar que você está com sono. O relatório sugere que se retire essa "bolha que sai do nariz", porque ela foi criada especificamente para a cultura japonesa dos animes e mangás, em que a gota tem esse significado.

Esses novos itens farão parte da versão 9 do Unicode, que acabou ter a sua versão 8 liberada em fase de avaliação. Fora isso, os novos padrões que incluem essa lista de emojis inéditos podem não ser implementados em aparelhos mais antigos, que não recebem mais atualizações de softwares das suas fabricantes.

Pesquisa

Em abril deste ano, o SwiftKey – aplicativo de teclado para Android e iPhone, analisou mais de 1 bilhão de emojis enviados no mundo e fez um ranking de como diferentes nacionalidades usam os caracteres. Os brasileiros foram campeões nas figuras religiosas. Usamos ícones parecidos com aquelas "mãos rezando" o dobro de vezes do que outros latino-americanos.

Os emojis de corações ficaram com os francófonos -única língua em que a "carinha feliz" não é a mais utilizada- e as imagens de plantas, com os árabes. Já a Austrália é descrita na pesquisa como "a terra dos vícios e indulgências", liderando nos ícones de álcool e drogas.







Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, siga a company page no LinkedIn, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.










Jornalista





Belo Horizonte recebe a Mostra do Filme Livre 2015

sexta-feira, maio 22, 2015 - Nenhum Comentário


De 03 a 22 de junho, Belo Horizonte recebe a 14ª edição da Mostra do Filme Livre, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB-BH), localizado na Praça da Liberdade, na região centro sul da capital mineira. Na programação, mais de 200 filmes independentes de todos os formatos, gêneros e durações. Trata-se de obras recebidas de várias partes do país e muitas terão a #MFL2015 como sua única exibidora.

A chance de ver toda essa produção independente do cinema nacional começou no Rio de Janeiro (11 de março a 5 de abril) e depois seguiu para Brasília (8 a 27 de abril), São Paulo (29 de abril a 25 de maio) e finaliza seu circuito de exibição em BH (03 a 22 de junho).

Todas as sessões da Mostra são gratuitas e a programação pode ser conferida na íntegra no site oficial do evento. A abertura da #MFL2015 será no dia 01 de junho (segunda-feira), às 19 horas, no CCBB-BH, com a exibição do longa “O Tempo não existe no lugar em que estamos”, do diretor paraibano (e radicado em BH) Dellani Lima.

A edição deste ano da #MFL2015 homenageia o cineasta paulista Maurice Capovilla, o Capô, que possui uma ampla trajetória na defesa de um cinema de expressão livre, atuando não só na realização para cinema e televisão, mas também como crítico e professor. Como realizador, iniciou no documentário, influenciado pelo argentino Fernando Birri e a Escola de Santa Fé.

A #MFL2015 apresenta sete sessões com as mais expressivas obras do diretor, entre elas: “Subterrâneos do Futebol” (1964), que integra o grupo de médias-metragens produzidos por Thomas Farkas, entre 1964 e 1965, e é um dos marcos pioneiros do “cinema verdade” no país; “O Profeta da Fome”, cult-movie de 1970 estrelado por José Mojica Marins, o famoso “Zé do Caixão”, mas que no filme faz papel de um faquir;  “O Jogo da Vida” (1977), com Maurício do Valle, Gianfrancesco Guarnieri e Lima Duarte; e o mais recente “Nervos de Aço”, sobre Lupicínio Rodrigues e estrelado por Arrigo Barnabé.

Ainda, para quem curte cinema, durante a #MFL2015, acontecerá uma oficina sobre cinema independente. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 25 de maio, apenas neste site. As aulas serão de 03 a 8 de junho no CCBB e arredores e é voltada para quem tem ideias práticas e baratas para fazer um filme; ou possui roteiros engavetados, mas de fácil realização; ou tem em casa boas filmagens brutas (e não saber o que fazer com elas) e ou esboços de projetos quase terminados.

Retrô

Outro destaque da #MFL2015 é a retrospectiva de curtas do realizador mineiro Carlos Magno Rodrigues. Formado em Artes Visuais pela UFMG, o diretor chama a atenção pela forma autoral e o tom quase confidencial de seus primeiros vídeos.

Nos anos 2000, com a proliferação de festivais e mostras, o trabalho dele cavou um espaço importante na cena contemporânea e, após 20 anos e diversos prêmios e homenagens, é tido como um dos alicerces do cinema de autor no Brasil, especialmente quando se pensa em curta-metragem. Carlos Magno participa de um debate no dia 17 de junho, às 20 horas.

Durante a #MFL2015, o público confere os seguintes curtas dirigidos por Carlos Magno: “Andrômeda – a menina que fumava sabão” (2009, 15 min); “1976 – Lugar sagrado” (2010, 6 min); “Alexandre Illich” (2008, 12 min); “Sebastião, o homem que bebia querosene” (2007, 10 min); “IGRREV – Igreja Revolucionária dos Corações Amargurados” (2007, 15 min); “Antes de tudo” (2004, 5 min); “Imprescindíveis” (2003, 5 min); “Coração Rebelde” (1999, 2 min); “O Corte de cabelo do diabo” (1998, 5 min); “Para quem enxerga e não entende bem as palavras” (1997, 5 min); e “Michelangelo Antonioni” (1995, 3 min).

Ainda, serão exibidos outros 16 filmes (longas, médias e curtas-metragens) produzidos em Minas Gerais: Os longas “Ela volta na quinta”, de André Novais Oliveira (108 min); “A Mulher que amou o vento”, de Ana Moravi (67 min); “Ruídos Mudos”, de Haendel Melo (23 min) PREMIADO NA MFL2015 ; “Tigre”, de João Borges (15 min);  “O Bagre africano de Ataléia”, de Aline X e Gustavo Jardim; e os curtas “Os cantos da terra livre”, de Gabriel Bilig (27 min); “Brisa secreta das alturas”, de Fábio Carvalho (14 min); “Vila-Aeroporto”, de Danilo Vilaça (10 min); “Tormenta”, de Fernanda Salgado e Fernando Mendes (14 min); “A Varinha Mágica”, de Ramon Faria (5 min); “Atemporal”, de Sara Não Tem Nome (1 min); “Texto Simples”, de Francisco Franco e Josimar Freira (3 min); “Sandra Espera”, de Leonardo Amaral (20 min); “A mudança”, de Erick Ricco (25 min); e “Guignard Imaginário”, de Isabel Lacerda (26 min).

O evento

Sob a curadoria de Marcelo Ikeda, Chico Serra, Guiwhi Santos (Guilherme Whitaker), Christian Caselli, Gabriel Sanna e Ricardo Mansur, a MFL é a maior e a mais abrangente mostra de cinema brasileiro por conta da extensa variedade de produções que exibe. Em relação a 2014, neste ano o número de inscritos aumentou 40%, um recorde. Os filmes serão exibidos de acordo com suas características (sendo que, na maioria das vezes, não entraram em exibição no circuito comercial).

“Este ano recebemos 1460 filmes. Dos 209 selecionados, apenas 49, ou seja, 23%,utilizaram verbas públicas na produção. As demais foram feitas sem essa grana, mas com muita gana. A MFL é o único evento de cinema que admite filmes de todos os formatos, gêneros e durações, além de aceitar filmes de qualquer época. A maioria dos festivais aceita obras realizadas no máximo há dois anos”, explica Guilherme Whitaker, criador e organizador da MFL.

Ele ressalta ainda que em 13 edições, o público foi de 55 mil pessoas, que assistiram mais de 3 mil filmes. “No ano passado o circuito de Cineclubes da MFL chegou a 25 cidades com público de 2,3 mil pessoas. Este ano vamos repetir a ação e queremos ampliar as salas de exibições”, ressalta.








Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, siga a company page no LinkedIn, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.











Jornalista




#CaféRapidinhas: Prêmio Radiotube, Spotify, Água e Comfort Food

sexta-feira, maio 22, 2015 - Nenhum Comentário


Vamos dar um giro nas principais notícias do dia e outras que você só vê com exclusividade aqui no @cafecnoticias? Topa? Então, escolha o seu café preferido e fique bem informado:

Prêmio

Produtores de conteúdo de todo o país têm, agora, até o dia 31 de maio para inscreverem suas produções no I Prêmio Jornalismo Cidadão – Radiotube 2015. Iniciativa da ONG Criar Brasil, o prêmio contemplará materiais em áudio e vídeo que abordarem temas ligados a comunicação e direitos humanos. Serão selecionados três áudios e três vídeos em português e uma produção radiofônica em espanhol. Passagens e hospedagem ficarão por conta do participante. O regulamento do concurso e a ficha de inscrição estão disponíveis no site.

Fotografia

A Agência O Globo participa pelo sétimo ano consecutivo da World Press Photo (WPP), a mais importante exposição de fotojornalismo do mundo. Nesta edição, que chega ao Rio de Janeiro no dia 19 de maio e segue até o dia 21 de junho, o público vai ter a oportunidade de observar mais de 140 fotos produzidas por mais de 50 fotógrafos de 17 nacionalidades. Na ocasião, a Agência O Globo apresenta a mostra Sem Legendas, que reúne as melhores fotos publicadas pelo jornal O Globo em 2014.

Música

A convite do Spotify, o DJ Maestro Billy realiza todo domingo a cobertura em tempo real no Twitter @SpotifyBR do reality show SuperStar, da Rede Globo. Ele fará comentários sobre o desenvolvimento do programa enquanto avalia as bandas, dá dicas aos participantes e interage com os internautas. Até o final do reality show, o DJ assume o perfil do Spotify e realiza a cobertura com a hashtag #superstar. A ação é parte de uma parceria com a Som Livre, que disponibiliza as músicas do programa em uma playlist exclusiva no Spotify. Para ouvir a playlist exclusiva do reality show, clique aqui.
Tiaguinho, Sandy e Paulo Ricardo são os novos jurados do SuperStar. Foto: TV Globo / Reprodução. 

Gastronomia

No dia 23 de maio, acontece pela primeira vez em Belo Horizonte o festival Comfort Food – Comida de Mãe. Trata-se de um evento que remete a uma cozinha afetiva e se transformou em uma forte tendência na gastronomia internacional que é praticada por chefs e restaurantes renomados em várias partes do mundo. O evento será realizado das 12h às 22h, na Praça Marília de Dirceu, no Lourdes. Ao todo, serão oito restaurantes participantes, dentre eles o tradicional Dona Lucinha, que pode ser considerado o precursor do conceito comfort food em Minas Gerais.

Exposição

Até o dia 23 de maio, acontece a 13ª edição da Semana Nacional dos Museus no Instituto Inhotim, em Brumadinho, na Grande BH. Com o tema "Museus para uma sociedade sustentável", a programação do Inhotim inclui visitas mediadas em pontos, atividade recreativa e oficina de chás. Todas as atividades são gratuitas para o visitante. Neste ano, um novo modelo de mediação de visitas será implementado nestes dias. Os visitantes receberão um roteiro que explora seis pontos dos acervos artístico e botânico do Instituto.  O roteiro estimula uma visita autônoma com reflexões sobre o tema da sustentabilidade. Assim, o visitante poderá conhecer um Inhotim sendo guiado por uma temática diferenciada.

Cinema

Pelo décimo ano consecutivo, o Programa Cinema do Brasil esteve presente no Festival de Cannes, um dos mais importantes eventos do calendário do cinema mundial. A 68ª edição do festival aconteceu entre 13 e 24 de maio, na cidade francesa. Um dos principais objetivos do programa no evento é promover produções brasileiras; entre elas, os curtas selecionados para o Festival: “Command Action”, de João Paulo Miranda Maria, produzido pelo Grupo Kino-Olho, dentro da Semaine de la Critique – Court Métrage; e “Quintal”, de André Novais Oliveira, da produtora Filmes de Plástico, na Quinzaine des Réalisateurs – Court Métrage.

Documentário

A O2 Play e a Cinedelia lançaram, recentemente, o documentário A Lei da Água – Novo Código Floresta. Dirigido por André D’Elia, com produção executiva de Fernando Meirelles, o filme retrata a polêmica sobre as mudanças na legislação que prevê o que deve ser conservado e pode ser desmatado nas propriedades rurais e cidades brasileiras. O documentário que nasceu de uma campanha de crowdfunding já foi visto por quase 12 mil pessoas em todo o Brasil, em mais de 200 sessões realizadas em parceria com organizações, movimentos sociais e instituições interessadas em debater a relação entre crise hídrica, desmatamento e ocupação urbana. Assista o trailer:


Literatura

Foram prorrogadas as inscrições do concurso Livro dos Sonhos, promovido pelo site Letras & Ideias. Os interessados podem se inscrever até o dia 02 de junho. O concurso tem como objetivo incentivar o surgimento de novos autores brasileiros que sonham escrever o próprio livro. Para realizar a inscrição no concurso é preciso apenas enviar a sua ideia e os argumentos para sua publicação. O vencedor ganhará a produção editorial completa de seu livro, com exceção da impressão da obra. O resultado será divulgado no dia 09 de junho.

Saúde

O canal Universal Channel, atendendo a legislação que determina a produção de conteúdo nacional na TV Paga, está produzindo uma nova série que irá abordar os bastidores da saúde pública brasileira. Trata-se da série Unidade Básica, que está sob a responsabilidade da produtora paulista Gullane e terá oito episódios. Os atores Ciocler e a Ana Petta serão os protagonistas da série. "Foi intenso, porque em muitos casos são pessoas que não conseguem sair da cama. Vamos mostrar uma realidade muito brasileira, não dá para comparar com nenhuma série médica americana que a gente conhece", diz a atriz. A previsão para estreia é ainda neste semestre.

Solidariedade

O Instituto Penido Burnier acaba de firmar parceria com a OneSight para o oferecimento de  consultas oftalmológicas, óculos de grau e de sol gratuitos às crianças matriculadas nas escolas públicas municipais. A iniciativa visa reduzir os problemas de visão na infância, maior causa do baixo rendimento escolar. De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) uma parcela importante de crianças nunca foi ao oftalmologista. Isso porque, nas maiores capitais do país, de 45% a 70% das crianças com até 9 anos afirmam ter alguma dificuldade para enxergar.

Emprego

O Instituto Beleza Natural está com 150 vagas para contratação imediata, incluindo oportunidades para cabeleireira, recepcionista, assistente administrativo, gerente, entre outras áreas. Também há vagas para pessoas com deficiência (PCD) em Minas Gerais. Interessados devem comparecer ao Centro de Treinamento (Rua Guajajaras, 931, 10º andar, Centro) com currículo, carteira de trabalho e comprovante de escolaridade entre 25 e 29 de maio.







Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.










Jornalista




21 de maio de 2015

#ChegaDeGripe: Etiqueta da Tosse ajuda a evitar a Gripe

quinta-feira, maio 21, 2015 - Nenhum Comentário

O outono já está quase no fim e o inverno se aproxima. Com a chegada dos meses mais frios do ano, as preocupações com a ocorrência da gripe e outras doenças respiratórias aumentam de forma considerável. A transmissão da maioria das doenças que atingem o aparelho respiratório se dá por meio de secreções liberadas pela pessoa infectada ao tossir, espirrar ou falar. Ambientes públicos, fechados e com pouca circulação de ar também são favoráveis para a transmissão das doenças.

De acordo com a coordenadora estadual de Doenças e Agravos Transmissíveis, Janaína Fonseca, apesar de ser uma forma eficaz de eliminar secreções, a tosse é um dos caminhos de transmissão de doenças entre as pessoas. Além da gripe, várias outras doenças de transmissão respiratória, causadas por todos os tipos de vírus, bactérias e fungos podem ser transmitidas por meio da tosse ou espirro. 

Na hora de tossir ou espirrar, Janaína recomenda que a pessoa cubra de maneira correta as vias respiratórias. “O ideal é cobrir a boca com a parte interna do braço quando for tossir ou espirrar. Esta atitude, conhecida como a etiqueta da tosse, evita a contaminação das mãos, que é um dos principais veículos propagadores de doenças, especialmente a gripe”. Por isso, em caso de gripe, saiba como usar a etiqueta no dia a dia:

Na rua

Cubra o nariz e a boca. Para isso use a parte interna do braço, na área superior das mangas da roupa. Se não tiver lenço, procure um local para lavar as mãos. Tossir com etiqueta pode prevenir a disseminação de vírus como os da gripe e até evitar uma epidemia.

Na escola ou no trabalho

Em caso de doença febril com tosse, o melhor é evitar sair de casa, pois em escolas, creches ou no local de trabalho, o contato é bastante próximo. Mas se não for possível, respeite as regras de etiqueta da tosse. Se os sintomas agravarem, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima e consulte um médico.


À mesa

Quando a tosse aparecer, vire-se de lado, com a cabeça baixa e coloque o antebraço junto à boca. Se a tosse continuar, levante-se e deixe o local. Procure beber água e espere a crise passar.

No cinema ou teatro

Procure sentar nas poltronas laterais das fileiras. Quando tossir, utilize a etiqueta da tosse ou saia da sala até que a crise passe.

Tosse

Tossir é um reflexo natural do aparelho respiratório que surge como consequência de um processo irritativo e é um sinal de que algo não vai bem. O corpo tenta expulsar qualquer elemento que esteja causando uma possível inflamação ou irritação das vias aéreas com a função de proteger o pulmão. Ela pode ser aguda, que é passageira e dura até três semanas; e pode ser persistente, quando dura mais de três semanas. Nesse caso, é preciso procurar um médico.

A tosse também auxilia o médico a detectar doenças que vão desde uma gripe, a problemas mais sérios como pneumonia, asma, bronquite, tuberculose e câncer. Outra função é expelir o catarro, secreção que pode conter micro-organismos, tais como bactérias e vírus. Portanto, não se deve inibir a tosse, pois catarro alojado nos pulmões propicia a multiplicação de bactérias e pode transformar uma simples gripe em uma doença mais grave.

Vacina

A campanha de vacinação contra a gripe vai até o dia 22 de maio. A previsão é a de que 4,8 milhões pessoas sejam imunizadas contra a gripe nos cerca de 5.500 postos fixos e volantes do Sistema Único de Saúde (SUS) espalhados em Minas Gerais. No Brasil, cerca de 65 mil postos de saúde devem disponibilizar 54 milhões de doses para a imunização de 49,7 milhões de pessoas. 

No hotsite, o internauta fica por dentro de todos os detalhes da campanha, além de obter esclarecimentos sobre a gripe. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a dose da vacina previne contra os três subtipos do vírus de gripe, que são A/H1N1, A/H3N2 e a influenza B. 

Entre o público prioritário pela campanha estão as crianças menores de cinco anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, profissionais de saúde, população indígena, população privada de liberdade e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.






Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, siga a company page no LinkedIn, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.











Jornalista




E-mail Newsletter

Cadastre seu e-mail e seja o primeiro a ficar sabendo o que rola no Café com Notícias

Adaptado por Giselle Carvalho | Imagem Header Crédito Psyho .
back to top