#Férias: Viagem à Bogotá, na Colômbia, é um mergulho histórico na América do Sul!

novembro 18, 2018


¿Qué tiene en especial en Bogotá? Essa foi a pergunta que mais ouvi das pessoas quando resolvi que iria fazer a minha primeira viagem internacional para a capital da Colômbia, um lugar maravilhoso e que ferve cultura por todos os poros. Para fazer essa aventura comigo, chamei a minha amiga jornalista @silviaamancio que, assim como eu, tem verdadeiro amor pelas belezas da América Latina.

Arrisco a dizer que a Colômbia é uma espécie de Egito da América do Sul! Seus ricos sítios arqueológicos, além de ter um museu mais lindo que o outro com um acervo histórico IMPRESSIONANTE, foi algo que aumentou ainda mais a minha vontade de conhecer esse lugar! A valorização da história do povo Inca (o somatório de vários povos originários locais, que nós aqui no Brasil chamamos de indígenas) é de uma riqueza de se ficar com o queixo caído, literalmente.

Veja também:
- Como dormir na viagem de avião de uma maneira confortável?

Mas, como descobri a @Colômbia? Sempre gostei de espanhol. Cheguei a fazer um curso uma vez, mas não fui adiante. Também tentei estudar por conta própria, mas é difícil. Então há um ano e meio atrás, resolvi me aplicar e estudar espanhol para valer com uma professora particular, a querida amiga jornalista Fernanda Rosa, editora do blog Calle Hispânica. Durante todo o curso, me propus a juntar dinheiro para fazer uma viagem para um país latino e, dessa forma, treinar aquilo que aprendi. 

Fora que para fixar o estudo de um novo idioma, a gente precisa colocar a língua nova no seu dia-dia. E não tem nada melhor do que fazer isso por meio de música. E foi por meio do @Spotify que descobri a vivacidade da música latina, sobretudo da música pop. E no meio de tantas descobertas, passei a me dar conta de que a maioria dos artistas que passei a escutar para fixar o espanhol são colombianos, entre eles destaco: Shakira, Carlos Vives, Sebastian Yatra, Fonseca, J. Balvin, Juanes, Reykon e Maluma. 

Claro, também passei escutar outros artistas latinos de outros países como Anitta (Brasil), Maitê Perroni (México), Paulina Rubio (México), Nick Jam (Porto Rico/Colômbia), Rick Martin (Porto Rico), Ozuna (Porto Rico), Wisin (Porto Rico), CNCO (Porto Rico/EUA), Carlos Baute (Venezuela), Lali (Argentina) e Prince Royce (EUA).

Mas, uma coisa que ligava todos os artistas latinos era o reggaeton. O ritmo que nasceu na periferia da Colômbia e ganhou o mundo, assim como o funk no Brasil. E foi assim que decidi ir para Bogotá, capital da Colômbia. Queria ver de perto tudo isso, principalmente pela familiaridade que tinha com o som, o sotaque e com os artistas de lá.

Para a minha surpresa, @Bogotá se mostrou uma cidade melhor que imaginava! Limpa, arborizada e com um povo super educado, consciente da sua própria história e ciente da importância dos DIREITOS HUMANOS como fomento para o crescimento social. 

Com o slogan de “Ciudad caminable”, Bogotá foi inteiramente (re)planejada para se fazer tudo a pé, caminhando ou andando de bicicleta – principalmente, por ser uma cidade onde boa parte da área central é plana e aos pés do Cerro de Monserrate. Abaixo, confira dois vídeos (um publicitário e outro informativo) sobre essa nova proposta de Bogotá de se investir em mobilidade urbana e segurança:




Outra curiosidade que pouca gente sabe é que o nosso BRT (também conhecido como MOVE) é colombiano, mais precisamente de Medelín – outra grande cidade colombiana. Bogotá também conta com BRT, chamado de Transmilênio. Mas, mesmo assim, ainda precisa melhorar muito o seu sistema de transporte público que é confuso, lotado e possui poucas estações de BRT. Além disso, os ônibus são pequenos e estreitos. 

E isso se dá também pelo perfil do povo colombiano que são mais magros e baixos, em maioria. Por conta da grande presença indígena, a mistura de etnias trouxe uma cor linda para os colombianos. Todos são muito bonitos e estilosos…estilo aliás que é possível ver nas ruas, uma vez que a cidade tem, praticamente, as quatro estações durante o dia. Se algum dia você for à Bogotá não esqueça de levar agasalho! Mesmo com sol lá fora, do nada a temperatura cai de forma absurda…algo parecido com São Paulo (SP).

Além de ter o slogan de “cidade caminhante”, Bogotá tem a alcunha de ser a cidade mais perto das estrelas, por conta da altitude e por ser muito acima do nível do mar: "2600 metros más cerca de las estrellas", diz o mural na entrada de desembarque do aeroporto El Dourado. Outra coisa que me chamou muito a atenção é que assim como Belo Horizonte (MG), Bogotá tem as montanhas a sua volta, fazendo uma moldura por toda cidade. Uma coisa surpreendentemente linda! Abaixo, separei algumas curiosidades e passeios que valem a pena fazer ao visitar a capital colombiana. Confira:







Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, siga a company page no LinkedIn, circule o blog no Google Plus e assine a newsletter.






Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

0 comentários