Café Literário – Zumbis, onda de protestos e Holocausto Brasileiro

junho 27, 2013



Bem-vindo ao Café Literário, a sua dose semanal de literatura! Nesta temporada, a seção está sob os cuidados do escritor em formação, apaixonado por literatura e autor do blog Escriba Encapuzado, Tiago K. Pereira*, novo colunista do blog @cafecnoticias. Semanalmente, você irá conferir por aqui novidades do mundo literário, entrevistas, resenhas e, até mesmo, sorteio de livros. Acompanhe:


Saudações, querido leitor. Nestas Notas Literárias temos mais livros com temática política, leituras motivacionais para quem prestará concurso público, obras que inspiraram adaptações cinematográficas e um chocante livro-reportagem sobre uma mácula da história recente do Brasil. Aproveite e não se esqueça de nos dizer o que achou via comentário.

Ah, sim! Parabéns para o internauta Fernando Clemente que receberá em sua casa o livro Todo dia é dia da escritora Fernanda Duarte, sorteado aqui na seção Café Literário, do blog Café com Notícias. Então, vamos as notas literárias da semana. Acompanhe:


Onda de Protestos

Na coluna da semana passada foram indicados alguns romances nacionais ambientados em momentos históricos conturbados, como a Ditadura Militar e a Era Collor. Hoje a coluna apresenta três obras de não ficção que podem lançar luz sobre as manifestações que tomaram as ruas do país e influenciaram decisões recentes do governo.

No ensaio A desobediência civil, Henry Thoreau trata das noções de justiça em uma sociedade, do papel do indivíduo e do Estado. Em Ditadura e Democracia na América Latina Carlos Fico, Marieta de Moraes, Maria Paula Araújo e Samantha Quadrat traçam a trajetória de Brasil, Argentina e outros países latino-americanos, todos caracterizados por desigualdades sociais, desrespeito aos direitos humanos, e processos de redemocratização cujas limitações e dificuldades se relacionam com o contexto atual.

Outra recomendação interessante é o trabalho de Gene Sharp From Dictatorship to Democracy, que já foi encontrado entre grupos revolucionários e é considerado como indispensável a qualquer nação oprimida por um governo totalitário – infelizmente, não parece haver uma edição deste livro em português.

Fast food literário

Instant e-books são livros produzidos em pouquíssimo tempo cujo tema está relacionado a um contexto atual e de destaque na sociedade. Comum entre os americanos, mas ainda incipiente no Brasil, este gênero editorial é a nova aposta da Companhia das Letras, que acaba de lançar o selo Breve Companhia pelo qual pretende lançar livros digitais com conteúdos enxutos; “novos livros para novos tempos”, conforme tem sido divulgado pela editora.

Os primeiros lançamentos têm como tema os manifestos que eclodiram por todo o país: Choque de Democracia, do professor da Unicamp Marcos Nobre, é um ensaio que procura vincular a revolta popular “a um impasse em curso desde a redemocratização”; o e-book já está disponível nas principais livrarias virtuais a partir de hoje e custa menos de R$ 5.

O próximo título tratará das origens dos movimentos e está sendo escrito por Piero Locatelli, repórter que foi detido, durante uma cobertura, pela polícia paulista por portar um frasco de vinagre. O novo selo lançará também obras de ficção curtas, como novelas e coletâneas de contos.

Concurseiros

O Globo reuniu um grupo de especialistas e elaborou uma lista de obras recomendadas para candidatos a concursos públicos que estejam precisando de um estímulo a mais.

A grande maioria dos livros parece se enquadrar bem na literatura de autoajuda, mas há exceções que cabe destacar. A primeira é Endurance — A Lendária expedição de Shackleton à Antártida (Companhia das Letras), relato verídico de um grupo de marinheiros que venceram as dificuldades após um naufrágio no Ártico, em 1914.

Outra dica é A História de Minha Vida (Editora Antropofásica), autobiografia de Hellen Keller, escritora americana que ficou cega, surda e muda aos cinco anos de idade, mas conseguiu construir, com o auxilio de uma enfermeira, uma história de vida inspiradora.

E, para terminar as indicações, temos Fernão Capelo Gaivota (Editora Record). Trata-se de um romance protagonizado por uma gaivota inconformada com o estilo de vida rotineira de sua espécie e que luta para realizar o sonho de aperfeiçoar suas técnicas de voo com belas acrobacias. Se os títulos não interessaram, confira então a seleção do jornal de filmes para concurseiros.

Das páginas para as telonas

Na próxima sexta-feira (28/06), estreia Guerra Mundial Z, filme protagonizado por Brad Pitt e adaptado do livro homônimo do escritor americano Max Brooks lançado pela Rocco – Brooks é autor também de O Guia de Sobrevivência a Zumbis. Outro livro adaptado que ainda pode ser conferido nas telonas é O Grande Gatsby (Penguin Companhia), clássico de F. Fitzgerald.

Os fãs de quadrinhos que aguardam pelo lançamento de O Homem de Aço, a superprodução que propõe uma nova visão do Super-Homem, têm à disposição Os Últimos Dias de Krypton (Fantasy – Casa da Palavra), que trata do apocalipse do mundo natal do herói.

Ainda em cartaz, Depois da Terra, ficção cientifica estrelada por Will Smith, conta com uma adaptação homônima do roteiro, o prólogo Depois da Terra – A Fera Perfeita e a série intitulada Histórias de Fantasmas, composta por seis contos lançados exclusivamente em e-book: A presa, Paz, O direito de nascer, Superação, O salvador e Reparação – todos os títulos deste universo foram lançados pelo selo Suma de Letras e tem versões digitais disponibilizadas na Amazon.

A comédia romântica E se fosse verdade¸ com Reese Whiterspoon e Mark Ruffalo, foi baseada no livro homônimo do francês Marc Levy, cuja segunda edição está prevista para julho pela Suma de Letras.

Imortal

O Mundo em Pessoa é um projeto de iniciativa da Universidade de Lisboa dedicado a coletar os versos de Fernando Pessoa mais difundidos pelas redes sociais. Lançado em 13 de junho, no 125º aniversário de nascimento de Pessoa, o site lista também as citações atribuídas aos diversos pseudônimos do poeta português e direciona o internauta para os textos originais dos excertos.

Romance psicológico

Certo dia, o paulista Cristiano Leal de Souza acordou em um ônibus e, por alguns segundos, estranhou tudo a sua volta: não sabia quem era, nem como tinha chegado ali, muito menos para onde estava indo.

Foi este inusitado acontecimento que o inspirou a escrever O Improvável Destino de Fred Lins, romance que mistura aventura e suspense em uma trama intrigante e com pegada psicológica.

O protagonista do livro passa pela mesma experiência do autor, mas no livro as coisas tomam uma proporção bem maior com a presença de um estranho que parece conhecer Fred melhor do que ele mesmo. A obra tem 288 páginas e pode ser adquirida pelo site da Editora Íthala.

Genocídio

O Colônia foi um centro hospitalar psiquiátrico localizado em Barbacena, Minas Gerais, onde ocorreram atrocidades equiparáveis àquelas cometidas pelos nazistas durante a Segunda Guerra. Em Holocausto Brasileiro: Vida, Genocídio e 60 Mil Mortes no Maior Hospício do Brasil (Geração Editorial), a jornalista mineira Daniela Arbex, vencedora do Prêmio Esso de 2005, expõe crimes hediondos cometidos contra os internos, dos quais cerca de 70% sequer tinham alguma doença mental.

A investigação de Arbex resultou numa série de reportagens publicadas no jornal Tribuna de Minas, de Juiz de Fora, e agora é reunida neste volume ilustrado com fotos chocantes que denunciam as condições degradantes possibilitadas pela conivência de médicos, funcionários e do Estado. A autora deu uma entrevista para o site do jornal Folha de São Paulo que pode ser escutada aqui. Veja o chocante vídeo de divulgação do livro Holocausto Brasileiro:



*Perfil: Tiago K. Pereira é escritor de coração e servidor público por necessidade. Aficionado por letras, livros e curiosidades do mundo nerd, Tiago busca realizar seu sonho de se tornar um escritor profissional. Entre rascunhos de histórias e telas de programação, ele se aproxima do mundo da literatura escrevendo no Escriba Encapuzado e para a seção Café Literário do blog Café com Notícias.





Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.





Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

10 comentários

  1. Francisco Bertoletta28 de jun de 2013 06:14:00

    Parabéns pela coluna desta semana. Gostei muito da seleção de livros indicados, principalmente esse da reportagem do hospital psiquiátrico. Parece ser bem interessante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já que gostou da sugestão do trabalho da Daniela Arbex, então fique de olho no Café Literário desta semana, Francisco. ;)

      Abraços,
      Tiago K. Pereira – Escriba Encapuzado
      _________________________________
      http://escribaencapuzado.wordpress.com/
      https://www.facebook.com/escribaencapuzado

      Excluir
  2. Interessante ver essa tendência dos filmes americanos de se inspirar em livros já publicados e de grande sucesso. Fico me perguntando se isso não é falta de criatividade ou se é uma ação de venda casada de livro e filme? Algo a se pensar, né.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana seu comentário - faço a mesma reflexão...

      Excluir
    2. Alguns afirmam que Hollywood está passando por uma crise de criatividade, outros falam de uma crise comercial que conduz à busca por sucessos garantidos em outros meios (livros, quadrinhos, Internet).

      Quem tem razão? Difícil saber. Mas acho válido haver filmes inspirados em livros (e vice-versa), desde que os produtos apresentem qualidade, inovem na forma de contar (ou expandir) a história e proporcionem uma experiência diferenciada para o público, seja ele qual for.


      Abraços,
      Tiago K. Pereira – Escriba Encapuzado
      _________________________________
      http://escribaencapuzado.wordpress.com/
      https://www.facebook.com/escribaencapuzado

      Excluir
  3. Fast food literário: preciso disso! Gostei também da indicação de "Holocausto Brasileiro...". Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Café Literário desta semana deve lhe agradar também, caro Luiz.
      Fique de olho.

      Ah, sim, e obrigado pelos parabéns.
      É bom saber que tenho feito um bom trabalho por aqui.

      Abraços,
      Tiago K. Pereira – Escriba Encapuzado
      _________________________________
      http://escribaencapuzado.wordpress.com/
      https://www.facebook.com/escribaencapuzado

      Excluir
  4. Parabéns, Wander por este gole gostoso de café quentinho neste inverno de máscaras e mais máscaras de truques e tapeações rolando lá fora das vidraças, pelas calçadas do país. Celebremos!Gerson de Ramos Sebaje.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns!!! Ohhh, adorei o perfil "servidor público por necessidade" kkk, é essa mistura de literatura e programação que dá o tom certo.
    Quero mais dicas para Concurseiros de plantão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babsy, a senhorita comentando por aqui e só agora eu respondi.
      Que injustiça!

      Que bom que gostou da coluna. Pode deixar que sua sugestão de livros para concurseiros está anotada.

      Abraços,
      Tiago K. Pereira – Escriba Encapuzado
      _________________________________
      http://escribaencapuzado.wordpress.com/
      https://www.facebook.com/escribaencapuzado

      Excluir