Chuva em BH – Temporal deixa a cidade completamente inundada

dezembro 15, 2011

Avenida Cristiano Machado completamente alagada na manhã desta
quinta-feira (15). Foto: Paulo Figueiras / EM DA Press.
 

Desde o início da noite dessa quarta-feira (14) e durante todo o dia desta quinta-feira (15) um temporal deixou Belo Horizonte completamente alagada. De acordo com o Corpo de Bombeiros, houve 22 ocorrências registradas de desabamentos na Região Metropolitana, sendo que oito delas referentes a inundações e cinco a deslizamentos, além de 26 quedas de árvores.

Segundo a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) das 0h às 16h desta quinta-feira (15), choveu metade da média histórica do mês de dezembro em BH. O volume de água registrado nesse período foi de aproximadamente 150 milímetros, sendo que a média para o mês é de 291 milímetros. Ainda de acordo com a Cemig, apenas das 8h às 9h, choveu cerca de 30 milímetros, quantidade considerada alta. A previsão do tempo afirma que a chuva forte continua até sábado (17).

Quem saiu pela manhã encontrou as principais avenidas da capital mineira completamente alagadas. Houve congestionamentos quilométricos por toda a avenida Antônio Carlos por conta da forte chuva forte, pontos de alagamentos próximo à barragem da Lagoa da Pampulha e do aeroporto. Na BR-356, na curva do Ponteio, uma encosta desabou e a terra invadiu a passagem de pedestre e parte de um túnel. Ninguém ficou ferido.

Já a avenida Cristiano Machado foi um dos pontos mais críticos do dia: a via que liga a região norte à área central de BH ficou interditada por quase 12 horas e praticamente virou um rio. De acordo com informações da BHTrans, a pista só foi liberada às 20h15. Desde às 07h da manhã, os motoristas que passavam pela Cristiano Machado foram obrigados a fazer um desvio. Veja na reportagem abaixo de Odilon Amaral e Gláucio Nogueira, da TV Globo Minas, o caos provocado pelo temporal em BH:

Opinião

E a pergunta que não quer calar: o que a administração pública de BH está fazendo para conter esse caos armado por conta da tempestade? Culpar apenas a "força da natureza" não cola mais! Se a gente vota nos nossos representantes políticos para cuidar da cidade, na hora do caos vamos cobrar melhorias de quem? Do Universo? Não, é dos políticos mesmos, uai. Eles se elegeram para resolver qualquer questão ligada à cidade em nome do coletivo. E o problema das chuvas é antigo e todo o ano é a mesma coisa.

Concordo que os moradores têm a sua parcela de culpa por jogarem lixo nos bueiros, nas ruas, nos córregos, nos lotes vagos, mas a Prefeitura também tem a sua cota de responsabilidade. Cadê o plano de contensão de alagamento? Cadê a limpeza dos boeiros? Alguém já ouvir algum projeto de escoamento dos canais pluviais do centro e nos bairros para que esse desastre de fim de ano não se repita?
Avenida Cristiano Machado alagada no bairro Suzana, Região da Pampulha.
Foto: Pedro Triginelli / G1 Minas.

Não é simplista culpar a Prefeitura. Enquanto a nossa política ver que o trabalho em prol da sociedade é de continuidade – e não só de partidos, um vai ficar empurrando o problema para o outro e, no desespero, para o passado. Vai ganhar o meu respeito enquanto cidadão o político que partir para a ação e para precaução. Por enquanto, não vi isso ainda em BH. E enquanto não ver, me sinto na obrigação de questionar a Prefeitura enquanto cidadão. Meu voto – e de todos os outros belohorizontinos merecem ser respeitados.

Não podemos ser passivos de aceitar esse caos armado na cidade por conta da chuva só porque o problema, dificilmente, será resolvido neste mandato. Alguma coisa tem que ser feita! E quando cobro da Prefeitura não falo apenas do executivo, falo no todo mesmo. Vi no Facebook os internautas brincando que teríamos que andar de jet-ski, de bote, de canoa, que o transporte público em BH teria que se tornar fluvial. A brincadeira tem o seu fundo de verdade. E esta quinta-feira (15) entra para a história como o dia em que as principais avenidas de BH ficaram inundadas e não vimos nenhuma declaração pública do Prefeito sobre o assunto.

Se a chuva continuar nesta intensidade, o uso de jet-ski e derivados se tornará em breve uma realidade...rs...e isso me preocupa. O que vi nesta quinta-feira (15) de manhã, na minha ida ao trabalho, me deixou muito assustado...parecia cena de filme. Se não cobrarmos ações dos nossos políticos, vamos cobrar de quem? Alguma coisa tem que ser feita...não só para evitar o caos, mas para prevenir que isso se repita no ano que vem. Cobrar não é falar mal. É nesse sentido que faço essa provocação. Temos que cobrar das autoridades uma cidade melhor, sempre.



Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.




Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

5 comentários

  1. O que vi hoje em BH me deixou muito assustado. A cidade ficou um caos armado e, em nenhum momento, vi o Prefeito Márcio Lacerda ir à TV se pronunciar, como acontece na mídia de São Paulo do Rio. As TVs de BH só relatam, mas não cobram.

    ResponderExcluir
  2. Ei Wander! Que coisa mais assustadora que aconteceu em BH hoje. Os jornais de várias partes do Brasil deram o que aconteceu na avenida Cristiano Machado...fiquei impressionada com o que vi. Parabéns pelo post, meu querido. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Francisco Bertoletta15 de dez de 2011 22:47:00

    É aquilo que você falou, Wander. A culpa é da sociedade que joga lixo onde não deve e do poder público que fica omisso vendo tudo que está acontecendo pela janelinha....assim fica difícil. Alguém tem que fazer alguma coisa.

    ResponderExcluir
  4. Maria Bernadete de Souza15 de dez de 2011 22:49:00

    Trabalhei o dia todo. Não vi o que aconteceu de grave na cidade porque graças a Deus onde moro não teve tantos riscos assim e moro perto do meu trabalho. Mas, ao ler o seu artigo, consegui ficar informada sobre tudo o que aconteceu. Mais uma vez parabéns pelo blog. Comento pouco, porém estou sempre aqui conferindo as últimas do blog.

    ResponderExcluir
  5. Aonde está a Prefeito de BH que não se manifestou sobre esse caos da cidade? Só a pergunta já mostra o quanto a situação da capital mineira está preocupante.

    ResponderExcluir