A Fazenda 3 – Eliminação de Viola e o poder de sedução das Coelhas

novembro 19, 2010




Não houve nenhuma surpresa. Também não adiantou vestir a camisa da seleção como se fosse a final de um campeonato. Nessa quinta-feira (18), o jogador de futebol Viola foi eliminado de #AFazenda3 com 76% dos votos. Entre os blogs e portais de noticiais a saída do participante já era dada como certa devido ao alto índice de rejeição que ele possuía entre o público que acompanha o reality rural.

Mais do que o embate direto que Viola teve com Janaína Jacobina nas últimas semanas, o atleta já possui um histórico dentro do programa que não agradava muito o telespectador: fofocas, prepotência e estratégias de jogo equivocadas que nada lembram do jogador de futebol que já representou a seleção brasileira e o Corinthias, na década de 1990. Talvez, o maior erro de Viola foi ter jogado demais dentro da fazenda, e não com o público.

» Assista à exibição de A Fazenda na íntegra (18/11/2010):



No entanto, a indicação de Viola para a roça dessa semana – perto da realização da super prova que vale os R$ 500 mil, mostrou um outro lado do jogo que alguns telespectadores mais atentos já perceberam: o poder de sedução das integrantes da Equipe Coelho, Andressa (Melancia) e Carol. O que deixou Daniel e Viola chateados foram o fato dos dois terem caído nessa sedução. Machistas – como bem lembrou Sérgio Abreu, os dois homens da equipe Avestruz subestimaram a inteligências das “Coelhas”: eles tinham plena convicção de que as duas eram aliadas. E não são. Aliás, nunca foram.

Andressa (Melancia), desde o início de @fazendarecord vem fazendo “jogo duplo”, sendo o elo de ligação (de estratégias) entre Coelhos e Avestruzes. Na prática, parecia que Melancia era Avestruz desde “criancinha”, mas ela não é. Nunca foi, e nem será. Foi o meio que ela encontrou para se manter no Jogo enquanto dava, até porque os Coelhos estavam desestabilizados desde o início da corrida pelo meio milhão, com a briga entre Monique, Dudu e Nany.

Com a saída de Nany People, Carol e Andressa formaram uma dupla dinâmica no programa. Amigas inseparáveis de conversas, fofocas e atividades, as duas já se tocaram que é preciso jogar também com o telespectador, seduzindo-o com o bom humor, charme e closes bem generosos. Amigos até a página 2 e negócios à parte: a indicação de Viola mostrou bem que as duas não estão ali a passeio e souberam armar uma roça para que Melancia fosse coadjuvante e polarizasse a preferência do público apenas entre Viola e Janaína. Deu certo! Foi a roça mais inteligente até agora.

Aliás, Carol e Andressa se tocaram do “prestigio” de Janaína com o público quando ela voltou da última roça que culminou a saída de Dudu Pelizzari. Espertas? O negócio é que as “Coelhas” estão também jogando com o público ao proporem uma aproximação (na moita) com os Ovelhas. Para quem começou o jogo sem um grupo unido, a união da dupla pode abrir um caminho interessante no Jogo ou, quem sabe, um ensaio duplo numa revista de nu masculino. Afinal, elas são as “coelhinhas” da Fazenda.




Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, assine a newsletter e participe da página no Facebook e da comunidade no Orkut.






Wander Veroni
Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

3 comentários

  1. Muito legal a sua análise da saída do Viola e esse jogo de sedução das "Coelhas". Pra falar a verdade, não tinha me tocado nisso. Vc está certo: a sedução pode acontecer das mais diversas formas. Tem um ditado que fala que na guerra cada um joga com as armas que tem. E Melancia e Carol estão atentas a isso...hehehehe.

    ResponderExcluir
  2. Nunca fui com a cara do Viola na #AFazenda3. Ainda bem que ele saiu. Torço para que a Janaína fique mais louca na casa e toque o terror...rs

    ResponderExcluir
  3. Tô sem paciência com #AFazenda3. Parece que o público não sabe votar? Tirar quem briga é besteira, deixa o pgm chato e sem graça. Em todo caso, achei merecida a saída do Viola pq ele foi muito prepotente. O público não gosta disso. Como atleta querido pelas conquistas que fez no futebol deveria ter se mostrado mais simpático e menos arrogante.

    ResponderExcluir