A Fazenda 3 – Eliminação de Monique pode movimentar ainda mais o jogo

outubro 08, 2010



Foi com dor no coração que os telespectadores viram Monique Evans deixar #AFazenda3. Quem mandou a Titia se colocar na roça, hein? Durante uma semana, ela foi um tempero da casa. Polêmica e bipolar, Monique rodou a baiana no jogo e ganhou o caminho da cidade. Foi embora. Adeus, Titia! Pelo show, torci para que ela ficasse. Mas, ao assistir a eliminação, fiquei pensando que, de alguma forma, foi justa a permanência de Sérgio Abreu e Luiza – afinal, eles entraram de gaiato nessa história da compra de votos e da traição do Dudu.

Após os dois integrantes da equipe Ovelha terem sentido na pele o quanto é ruim ir para a roça, Sérgio e Luiza resolveram se mostrar mais e se permitiram participar do jogo. Só espero que eles não se “apaguem” na disputa. É esperar para ver! Os ânimos da casa estão exaltados e cada vez mais polarizados. Enquanto isso, a batata do Dudu Pelizari está assando. Queimadasso entre os participantes, a única chance do ex-Malhação de permanecer na disputa por R$ 2 milhões é se tornar fazendeiro (líder) na prova desta sexta-feira (08/10).

O que me deixa triste como telespectador (e fã de realitys) é que seria a “roça” mor entre Dudu e Monique, que infelizmente não aconteceu. Após assistir o programa fiquei pensando: será que o público não sabe votar? Sabe. E nesta roça, especificamente, não votaram pelo show, votaram pela justiça. Essa roça inicial não era do Sérgio, nem da Luiza. Era para ser Dudu, Monique e Tico.

Imagina só, a “Casa da Roça” com os três? O bicho ia pegar fácil! Arrisco a dizer que Dudu pediria para sair, pois não agüentaria tanta pressão psicológica. Aliás, o ator já está sofrendo isolamento pela Casa e o bullyng orquestrado pelo Tico Santa Cruz que prega tanto a justiça e é o primeiro a usar de violência, se colocando como o justiceiro da moral e dos bons costumes!

Bom, pelo que se viu até agora, dificilmente esta temporada do reality rural da Record corre o risco de ficar morna. Os grupos estão se entregando em excesso ao jogo pela real possibilidade do prêmio coletivo de R$ 500 mil, e não necessariamente pelos R$ 2 milhões. Desse modo, pelos menos nesse primeiro momento do jogo, essa bolada se tornou coadjuvante. Prova disso, é a segunda chance que o grupo Coelho deu ao Dudu.

E esse menino tem que ficar esperto e tentar reverter a imagem dele o quanto antes – para falar a verdade, nem sei se isso é possível. Como o próprio disse, senão ele vai ter que arranjar emprego na Venezuela - ou em outro país...rs. O filme dele está carbonizado...rs. Mas, como tudo pode acontecer, ele ainda tem história no jogo, gera conflito e garante o show. Sim, Dudu errou. Mas, quem nunca errou que atire a primeira pedra? Todos temos teto de vidro. Não adianta vir com lição de moral, quando se usa de violência para apontar o dedo na ferida. Isso é demagogia, hipocrisia, falso-moralismo. O telespectador não é trouxa!

» Dica de blogs que estão comentando #AFazenda3:

Blog do Caio
Cartas para Bial
Ambulatório da TV
Echollandia
Poltrona
Te dou um dado?
Blog A Fazenda (Ed. Abril)


» Assista na íntegra a 1ª roça de #AFazenda3:







Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, assine a newsletter e participe da página no Facebook e da comunidade no Orkut.





Wander Veroni
Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

2 comentários

  1. Olá Wander, tudo bem?
    Acho muito legal que você esteja também acompanhando A Fazendo e comentando aqui no blog. Já pensei em fazer a mesma coisa no OR mas não sei se daria certo, rs. Enfim, sobre o post, primeiramente faço questão de discordar do fato que Dudu é realmente um traidor. Acredito mais que ele não tenha realmente um senso de competitividade e de jogo tão forte e marcante quanto os outros participantes que, como o Tico, entraram fácil no espírito da coisa. O curioso é que ele, Dudu, está virando uma espécie de Peter Parker brasileiro com direito até mesmo ao azar caracteristico do personagem. Assim como o alter-ego do Homem-Aranha, ele acaba sendo o culpado por coisas que nem mesmo tem participação direta. A luz acabou? Bota culpa nele, rsrsrs. O cara não é o ``Judas`` que todos pintam. Está mais para a Geni da música do Chico Buarque. Quem conhece, sabe do que estou falando....rsrsrs

    Adorei que a Titia Monique tenha saido pois ela
    realmente está perdendo as estribeiras e fazendo muito barraco, mais até do que o normal em programas desse tipo.

    Grande abraço, Wander.
    Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  2. Oi Marcus!

    Obrigado pelo comentário. Neste texto, ao me referir à traição do Dudu falo mais do acontecido do que do fato dele mesmo ter sido um "Judas", como o Tico Santa Cruz faz tanta questão de enfatizar. No post anterior explico isso com detalhes.

    Não sei se escrevi isso aqui ou no twitter. Mas creio que o Dudu foi vítima dele próprio quando se deixou levar pelas emoções e não pelo jogo. Se analisarmos bem, esse lance da traição só ganhou a proporção que tomou por conta do escândalo da Monique e do Tico fazer uma alusão a política brasileira que não existe.

    O Dudu agiu errado, mas não foi algo tão grave. Deveria ter sido uma coisa que o grupo poderia ter resolvido internamente e, sobretudo, com mais inteligência emocional para blefar, como em um jogo de xadrez.

    Mas enfim, do jeito que a coisa anda, o Dudu, se for esperto, consegue galgar o posto de anti-heroi. O exemplo que vc deu da Geni resume tudo!

    Abraço e bom final de semana!

    ResponderExcluir