24 de fevereiro de 2010

Greve de ônibus em BH deixa população refém dos manifestantes

quarta-feira, fevereiro 24, 2010 - 4 Comentários



Uma cidade completamente parada pela falta de transporte público. Foi assim que o belo-horizontino começou o dia na última segunda-feira (22/02), quando não se via nas ruas os ônibus que normalmente circulam pela capital. De acordo com Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários em Transporte Coletivo, a greve foi anunciada na sexta-feira passada (19/02), para que a população não fosse pega de surpresa.

Acompanhe as informações sobre a greve dos ônibus na Grande BH em tempo real no Twitter do Café com Notícias.


Mesmo assim, mais de 1,5 milhão de usuários ficaram sem saber como iriam para o trabalho, escola ou voltavam para a casa sem nenhuma linha de ônibus nas ruas. Na manhã desta quarta-feira (24/02), algumas viações voltaram a operar em escala mínima para não prejudicar ainda mais a população que sofre as conseqüências do terceiro dia de greve.


Veja também:

Guarda Municipal e BHTrans somem das ruas de BH durante a greve

Greve em BH é assunto mais comentado no Twitter

Greve gera prejuízo de R$ 30 milhões ao comércio
Torcedores vão ter ônibus para o Mineirão durante a greve




Na noite dessa última terça-feira (23/02), em assembléia realizada com os rodoviários, foi decidida a continuação da greve por tempo indeterminado. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a paralisação dos motoristas de ônibus continua, contrariando a decisão da Justiça. Veja a reportagem abaixo:



A greve dos ônibus atingiu toda Grande Belo Horizonte, envolvendo também as cidades de Contagem, Betim, Sarzedo, Brumadinho, Ribeirão das Neves, Sete Lagoas, Pedro Leopoldo e Itaúna. Os trabalhadores reivindicam 37% de aumento, jornada de seis horas de trabalho e compensação das horas, manutenção da função de despachante e cobrador - pois em algumas linhas este trabalho é feito pelo motorista, além de alguns benefícios como convênio médico e odontológico.



Alternativas

Por causa da greve dos ônibus, a população buscou alternativas para conseguir transitar de um lugar para o outro na cidade. Caronas, vãs piratas, bicicleta e o metrô foram os mais utilizados. De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), das 5h30 às 17h, houve um aumento de 14% de passageiros utilizando o metrô. Toda população teme que a greve seja uma termine com um aumento na passagem, pois o patronato ofereceu apenas 4,36% de aumento salarial, quando na verdade os rodoviários querem 36% de aumento. Quem vai pagar essa conta?

Em comunicado, a Prefeitura de BH disse que não vai autorizar o aumento das passagens por causa da greve. No Twitter, internautas cobraram da imprensa e dealguns setores da sociedade para que se comece uma campanha a favor da redução da tarifa na Grande BH, pois a passagem varia de R$ 2,30 a R$ 3,65, afetando diretamente o bolso do trabalhador.

Por causa da falta de ônibus, 125.773 pessoas utilizaram o metrô, representando 15.200 usuários por dia. Apesar do metrô não atender todas as regiões da capital mineira, o meio de transporte, literalmente, salvou o dia de quem tinha que transitar de um lado. para o outro na cidade As estações Eldorado – em Contagem, Vilarinho, Central e Lagoinha – na capital, foram as que registraram maior fluxo de pessoas.


Repercussão

As redes sociais chamaram atenção da mídia durante a cobertura da greve de ônibus em Belo Horizonte. No Twitter, as tags #greveBH e Cristiano Machado chegaram a ficar algumas horas ocupando os primeiros lugares no Trending Topics de assuntos mais comentados no Brasil.

O relato de internautas ajudou as pessoas a evitarem algumas vias, conseguir carona para voltar ao trabalho e a noticiar em tempo real as últimas informações a respeito da greve, como acontece no Twitter do blog Café com Notícias, que é o único blog mineiro a cobrir a greve em tempo real no microblog.





Fotos: Portal Uai e Portal O Tempo.





Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, participe da comunidade no Orkut ou assine a newsletter.





Wander Veroni
Jornalista

  • Compartilhar:

Sobre o autor

Wander Veroni é jornalista especializado em Mídia Sociais e um entusiasta do empreendedorismo na web. Para segui-lo, basta acompanhar @wanderveroni e @cafecnoticias.
Veja outras postagens →

Mais café, por favor!

4 comentários :

  1. O noticiário desta noite mostra um verdadeiro caos em Belo por motivo desta greve, não sei quem inventou este negócio de greve é somente para atrapalhar a população os empregados deveriam entrar em acordo com as empresas e não ficar contra a população, querem azer greve coloquem as pessoas para passarem de graça pelas roletas.

    ótimo post

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Querido amigo avassalador... Wander...
    As pessoas estão cada dia menos passivas, talvez , se bem direcionada essa força possa conquistar direitos negados a todos os cidadãos diariamente em todos os cantos do pais! Meu temor são "as massas de manobra"... enfim, vamos torcer para que tudo se resolva bem.
    Venha nos visitar tb. estamos com todas as colunas atualizadas a espera dos bons leitores como voce!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo blog, é a primeira vez que entro. Vejo que é bem informativo e funcional. Parabéns mesmo.

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Nossa, coitada da população que ficou sem transporte.
    Agora a gente se pergunta, quem estará certo?
    Os motoristas estão nada mais que lutando pelos direitos deles ..

    http://gleerika.blogspot.com/

    ResponderExcluir

E-mail Newsletter

Cadastre seu e-mail e seja o primeiro a ficar sabendo o que rola no Café com Notícias

Adaptado por Giselle Carvalho | Imagem Header Crédito Psyho .
back to top