Cine Café – This is it reverencia talento e perfeição de Michael Jackson

outubro 29, 2009



O que falar do Rei do Pop? Um artista que atravessou décadas com a sua música única e dança singular. Michael Jackson fez parte da minha infância - e, provavelmente, da sua.

Todos nós, pelo menos uma vez na vida, temos alguma música ou clip preferido dele embalando algum momento especial. Foi um artista inovador e que será referência de criatividade para várias gerações.


Como toda celebridade, tinha sim as suas esquisitices e capítulos polêmicos que o ajudaram criar a biografia desse mito mundial. Personagem ou fruto de uma obsessão doentia? Não, não. Michael Jackson era talento e perfeição. Talvez sejam esses os dois adjetivos que se encaixam neste artista aclamado pelo mundo.

E essas características ficam evidentes no documentário This is it, dirigido por Kenny Ortega, no qual fui assistir nesta última quarta-feira (28/10).

Trata-se de uma homenagem a toda equipe que teve presente na vida de Michael Jackson durante os ensaios da turnê; aos fãs que torciam pela volta dele aos palcos e, ao mesmo tempo, uma espécie de "cala-boca" aos críticos e pessimistas.





O documentário, que teve estreia mundial na quarta-feira (28/10), contou com mais de 15 pré-estreias simultâneas na terça-feira (27/10), em cidades como Nova York, São Paulo, Rio de Janeiro, Londres, Berlim e Seul.

O filme é resultado da edição de mais de cem horas de cenas de bastidores e de arquivo pessoal do astro pop, mostrando Michael Jackson ensaiando várias músicas que seriam incluídas nas apresentações.


Pode-se ver um artista que sentia prazer por estar no palco e que sabe como ninguém todos os detalhes da sua obra musical. Possivelmente, muitos acreditaram que o filme mostraria um Michael doente e se esforçando para ensaiar. Muito pelo contrário: a sensação que fica é que o mundo não teve a oportunidade de ver o melhor show dos últimos tempos.

This is it dá a oportunidade ao público de acompanhar os bastidores de um mega show, onde cada música de Michael Jackson era uma espécie de espetáculo musical envolvendo dança e efeitos especiais.

Kenny Ortega - diretor da turnê e do documentário, afirma durante o filme à equipe que está diante de um palco que mais parece um templo da música. Concordo. Vemos um Michael criativo e que sabe cada detalhe das suas músicas e coreografia - o que impressiona todos a sua volta.


O documentário começa com depoimentos de bailarinos, mostrando como foi a audição para a contratação deles. Todos diziam o orgulho de estar trabalhando ao lado de um ídolo, de um mostro sagrado do Pop.

This is it foi feito com carinho e uma dedicação extrema de Michael, que sempre ficava atento aos detalhes e queria surpreender os fãs com sua originalidade. Assista o trailer do documentário:





Para cada música havia uma coreografia ou um clip diferenciado. This is it seria um show alegre, vivo e grandioso e, sem falsa modéstia, o melhor espetáculo de todos os tempos. Uma equipe de músicos e de bailarinos da melhor qualidade que demonstram paixão por estar nos palcos. Em alguns momentos, a equipe olha para Michael com os olhos brilhando de emoção por estar diante de uma lenda viva - e, com certeza, estavam.

Michael Jackson - ou MJ, como a equipe o chamava, era muito perfeccionista e foi apelidado de Prince. Mesmo na hora de "puxar a orelha" de algum músico ou bailarino ele o fazia com o amor, respeito e a sabedoria de quem está há décadas nos palcos.

Apesar de toda fragilidade e doçura, MJ se mostrava firme quando precisava "dar uma dura", como foi no caso do pianista que queria inovar uma nota na música e Michael ordenou que a melodia deveria ser igual do álbum, pois o público irá ao show para ouvir os grandes sucessos e merece ser respeitado por isso.


Para Michael, o aplauso do público fazia parte do show como uma deixa importante para o espetáculo. Que seja a palma de cinco bailarinos esperando a sua hora para entrar no palco ou de 5 milhões de pessoas que certamente lotariam esta apresentação.

O Rei do Pop acreditava que todo aplauso era importante. Ele ensaiava como se fosse para valer e se punia por isso, pois na visão dele deveria guardar a voz para os fãs no dia do show de estreia.


A sensação de quem vai ao cinema é de que você está no backstage vendo um ensaio da turnê ou assistindo um DVD em casa.

Não dá para ficar parado! This is it é dançante e mostra toda a versatilidade de Michael Jackson como músico e bailarino que, com total certeza, ainda será aplaudido por mais e mais gerações. É isso...eu recomendo!




Fotos:
Divulgação - This is It Oficial.



Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.




Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

34 comentários

  1. Oi Wander, acho que qualquer documentário, filme, reportagem etc. que envolva o polemico Michael Jackson terá sempre sucesso.
    abs

    ResponderExcluir
  2. Eu sou fã do MJ, e estou louca para ver o documentário! Muito bom o post!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Michael Jackson eh o maximo!! estou anciosíssimo para assistir ao filme dele :D !!

    ResponderExcluir
  4. Acho que desde que eu me entendo por gente eu sou fã do Michael!!! Nossa... toda criança, até hoje, quer dançar como Michael!! Tenho certeza que essa turnê marcaria a história, como todas as outras!
    Agora eu estou aqui ansiosa, louca pra assistir esse documentário!!
    Adorei Wander!!
    Obrigada por compartilhar!!
    Beeijos

    ResponderExcluir
  5. Wander que bacana. Fiquei muito curiosa, quero assistir também. Você é ótimo! Precisamos nos encontrar pessoalmente para colocar os assuntos em dia!

    Termino a faculdade agora no início de dezembro, graças a Deus! Vamos nos falando. Beijão e obrigada pela audiência de sempre.

    ResponderExcluir
  6. Wander,

    querido, esse cara é o maior gênio da música pop mundial, coloquei no presente pois ainda não há nada que chegue aos seus pés, é como o Senna na Formula 1 ou tantos outros gênios com seus dons,morreram os dois e morreram deixando saudades, um pelo que fez em alguns anos e outro pelo que fez em decadas, mas os dois fazendo o que mais amavam fazer e o que faziam melhor do que qualquer outro, tenho 20 anos e sigo o exemplo, não pessoal,mas de força profissional e responsabilidade dos dois.

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. O cara era phodástico mesmo, bagaraio... pena que em vida phoderam demais ele... esse filme é mais que merecido!

    ResponderExcluir
  8. Graaande rei do pop.
    Grandes passos, graande moonwalk!
    Esse filme, com toda certeza vai ser visto por minha pessoa!
    BEELA MATÉRIA!
    Ótimo blog!

    beijão

    ResponderExcluir
  9. Quem ta gostando por ele ter morrido é a familia dele que ta ganhado é dinheiro com esse documentario...hehhe
    parabéns pelo blog muito legal!!!

    ResponderExcluir
  10. Saudações carissimo amigo Wander!
    Primeiramente, fica registrado os parabéns por mais uma postagem impar! Informativa, idônea e prazerosa de se ler.

    Minha opoinião para esse filme é meio controversa, levando-se em conta os acontecimentos que ocorreram e culminaram para que tal filme viesse a ser concebido.
    O talento e geniosidade de M.J, eu comparo a da Madonna, cada qual a sua maneira é bem verdade, mas ambos, ao longo dos anos, souberam se moldar, e continuam agradando até os dias de hoje. Isso é raríssimo! É de tirar o chapéu!

    Mas acho que arrecadar milhões de dólares vendo bastidores de uma filmagem, com inúmeras edições e depoimentos melodramáticos é forçar demais.
    MJ não precisa de nada disso... jamais será esquecido!!

    ResponderExcluir
  11. Dá até tristeza ler tudo isso pois não acreditei até hoje na morte de Michael. Não desceu, sabe?

    Se analisarmos bem, sempre agimos preconceituosamente com pessoas que agem de forma diferente do convencional. Qualquer pessoa que tenha uma dancinha, um estilo, são menosprezados. O que dizer da jogada de cabelos da Joelma?

    Mas ele pegou, o mundo o aplaudiu e ainda o aplaude pelo artista completo que sempre foi. O legado de MJ sempre será lembrado. Dificilmente teremos uma estrela de seu porte.

    Estou curioso pelo filme.

    ResponderExcluir
  12. O documentário deve ser interessante, apesar de (sendo bem honesto) eu nunca ter sido um fã do MJ. Sim, o cara era espetacular, mas nunca me chamou atenção (apesar de eu adorar o clipe de Beat It)
    Fica aí uma bela homenagem e um modo de os fãs matarem a saudade do rei do pop!

    ResponderExcluir
  13. Inclusive eu fui na estréia assistir ao filme.
    Gostei, não acompanhava muito a carreira dele ....

    ResponderExcluir
  14. Michael era o cara!! Realmente ele sabia fazer música, era um gênio na música, o nosso rei do pop!!
    Ele realmente está deixando saudades...
    Quero muito ver esse filme, tenho uma amiga q já assistiu e amou ^^

    ResponderExcluir
  15. Infelizmente não moro numa das cidades que foram presenteadas com a pré-estreia do filme, mas não vejo a hora de assistir This is It, pois, como você disse, Michael também fez parte da minha infância. Tinha grande carinho por ele, principalmente como artista. Pelo que todos tem dito, parece ser mesmo o espetáculo do ano!

    ResponderExcluir
  16. Esse documentario foi um presente para os fãs do Rei do Pop e tb para a conta bancaria da familia e urubus que o cercavam...
    Todos agoa estao mais felizes!!!
    Abços

    ResponderExcluir
  17. Gostei muito do texto e me deu mais vontade ainda de assistir! BJss!

    ResponderExcluir
  18. Tenho vontade de assistir esse documentário...
    Vi uns outdoors por aqui
    Me interessei!
    ;)

    ResponderExcluir
  19. Confesso. Nunca fui muito fã do Michael... talvez pq eu tenha nascido no início da década de 90, início da "decadência" dele, talvez pq eu nunca tenha sabido enxergar o brilhante artista que ele foi...
    Mas, apesar de não gostar (lê-se conhecer), muitas de suas músicas, depois de todo o alvoroço que foi a sua morte, me peguei cantando muitos de seus sucessos como Billie Jean e Thriller...
    Duvido que outra morte no mundo artístico vá causar tamanha repercussão e lucro$ como a de Michael, prova de que o cara, até na morte, foi genial!

    __
    http://planetabandonado.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. O rei do Pop era tudo.
    Não importa o quanto o criticaram,afinal,algumas mídias foram feitas só para prejudicarem os outros, o Mister MJ sempre será O CARA.
    Post muito interessante! Gostei bastante.
    Parabéns! ♥

    ResponderExcluir
  21. muito legal o filme, eu coloquei no meu blog pra download e o trailer, muito brabo esse filme!!!!!!

    ResponderExcluir
  22. Não vejo a hora de assistir esse documentário, é uma grande homenagem a um artista completo e um presente aos fãs.

    ResponderExcluir
  23. Legal, espero muito para ver esse filme, tomara que realmente redima o Michael. Pena que teve que acontecer o que aconteceu mas, faz parte da mitologia dos grandes astros.
    abr.

    ResponderExcluir
  24. Olá amigo blogueiro Wander. Belo texto sobre o documentário do Michael Jackson, ainda não vi e estou curioso. Viu, já saiu um doc sobre o Tyson também!!!! No meu blog, na última semana, dedico dois textos sos filmes sobre Che. Passa lá!! http://cinemasemtempo.blogspot.com Abrçosssss

    ResponderExcluir
  25. Bom, eu não sou muito fã de MJ, mas confesso que estou curiosa pra assistir esse documentário e conhecer mais sobre a trajetória desse ícone da musica pop ^^

    ResponderExcluir
  26. Ele era único e com certeza o documentário com sua trajetória será um sucesso.

    ResponderExcluir
  27. Foi mal pela demora, Wander, mas minha internet não ajudou muito nesses dias. Sem falar no trabalho... Bem, O MJ era o cara do Pop. Sempre gostei dele, melhor, admirava o talento e a importância dele para a música. Não acreditava naquela parada de pedofilia. O cara não era nenhum imbecil. Bem, O filme eu vi os cartazes aqui no Rio, mas não fui ver... Infelizmente. Mas ficou a dica. Vou procurar depois e vou fazer questão de dizer o que achei.

    Abração!!!

    ResponderExcluir
  28. Também fui ver o filme, e também fiz um post especial para MJ.
    Me emocionei muito, com os depoimentos dos dançarinos, músicos, aquele clip sobre a destruição do Planeta, enfim, saí do cinema com vontade de voltar e assistir novamente!
    E concordo com vc, o show seria ímpar...
    Agora ele brilha nas estrelas, nos deixou ófãos!

    ResponderExcluir
  29. Dois sentimentos convivem em mim: o de admiração da obra e talento inquestionável de Jacko e a perplexidade com a vida pessoal dele.

    Como diria Ariano Suassuna: 'Michael Jacksin foi o maior idiota que a cultura americana produziu'

    Quem sou eu para discordar...

    Enfim, creio que o documentário se atém somente à carreira do artista. O que é ótimo para os fãs.

    ResponderExcluir
  30. Assisti o filme e só tenho uma unica palavra:
    FANTASTICO!!!

    ResponderExcluir
  31. O documentário pouco traz dos bastidores, da vida de Michael fora do palco. Concentra-se na sua música, no rascunho de um espetáculo. O que já é muito, muitíssimo. Abraços e sucesso com o blog!

    ResponderExcluir
  32. MICHAEL DEIXOU UM PREMIO PARA TTODS OS FÃS,PENA QUE ELE MORREU,TE AMO MIKE PRA SEMPRE.

    ResponderExcluir
  33. MICHAEL SEMPRE FAZENDO AS COISAS COM A ALMA ELE É UMA BENÇÃO DE DEUS.TODOS OS SEUS FÃS TE AMA,FICA COM DEUS

    ResponderExcluir