#CaféConvidado: Quais são as vantagens e desvantagens de trabalhar no exterior?

setembro 03, 2017

Foto: iStock / Reprodução. 

Com a crise política e econômica no Brasil, algumas pessoas têm pensado na possibilidade de ir morar no exterior e, com isso, buscar uma nova oportunidade profissional. Mas, o que muitos não sabem é que às vezes, a barreira cultural e, até mesmo, a falta de oferta de empregos mais capacitados nesses países pode ser uma realidade a ser considerada.

Na seção Café Convidado desta semana, o internauta Ricardo Pereira, que é leitor do Café com Notícias e trabalha na área de marketing, analisou as vantagens e desvantagens de trabalhar no exterior. Abaixo, confira o artigo completo:

Vantagens e Desvantagens de Trabalhar no Exterior

Por Ricardo Pereira*


Se você já sentiu alguma dificuldade em arrumar emprego ou começou a pensar que recebia pouco pelo que fazia então, provavelmente, já teve a ideia de ir trabalhar no exterior.

Normalmente as pessoas sempre pensam nisso quando buscam:
• Novas oportunidades;
• Um maior salário e/ou condições de vida;

É muito compreensível que isso aconteça e ainda mais quando se tem uma família, assegurar o futuro da mesma será uma das coisas mais importantes para si.

Tendo isso em conta, decidi trazer hoje uma lista de quais são as vantagens, mas também as desvantagens de trabalhar no exterior para que assim possa estar um pouco mais informado quando tiver que fazer essa decisão.

Está pronto? Vamos lá então.

Vantagens de Trabalhar no Exterior

Aumento Salarial

Vai depender muito de que para país você vai. Mas vamos pressupor que você se mudou para um país desenvolvido e que provavelmente terá também um aumento salarial.

Isto muitas vezes até se nota mais em pessoas com poucos estudos e educação do que pessoal com algum tipo de formação.

O salário mínimo do Brasil é bem baixo e em muitos outros países como os da Europa, o seu salário mínimo chega a ser mais de cinco vezes superior, fazendo exatamente o que faz no Brasil.

Pessoas com uma formação bem elevada também podem sentir diferenças dessas existindo outro tipo de oportunidades em empresas com grande capacidade financeira.

Não tem que estar a tentar pedir um aumento ao seu patrão quando sabe que isso provavelmente será difícil de acontecer.

Outra Língua, Experienciar Outras Culturas

Sem ser o Brasil, existe poucos lugares onde o português seja falado, podendo se destacar Portugal obviamente e até Angola, sendo que os outros países possuem uma economia relativamente frágil.
Foto: iStock / Reprodução. 

Ao conviver todos os dias com pessoas a falar outra língua você certamente que com o tempo vai aprendendo cada vez mais até acabar por ser praticamente fluente se ficar ainda algum tempo no país.

Isso vai permitir que possa viajar para outros países que falem essa mesma língua e descobrir novas culturas com muita facilidade, de forma totalmente natural.

Produtos Importados

Todo o brasileiro sabe que muitos dos produtos que não sejam produzidos no país normalmente acabam sendo bastante caros devido à enorme carga fiscal nos produtos importados.

Em outros países que realmente os produzam ou tenham grande circulação de produtos entre os países, como na Europa nos países da União Europeia, certas coisas como um smartphone ou um carro podem custar até metade do preço.

Novas Pessoas

Ao ir trabalhar para outro lugar, outro país, é inevitável que conheça outras pessoas.

Isso é sempre algo positivo, especialmente num lugar onde você não conhece ninguém ou tem apenas a sua família consigo se for caso disso.

Desvantagens de Trabalhar no Exterior

As desvantagens que vamos apresentar serão na maioria lado negativo da vantagem que dissemos anteriormente como vai poder observar.

Custo de Vida

Algo que você tem de tomar muita atenção ainda antes de ir para o exterior é avaliar qual é o custo de vida nesse lugar.

Sim, você pode ganhar cinco vezes mais naquele lugar, mas se lá as casas custam mais dez vezes que no Brasil, será que ainda compensa todo o esforço?

Avalie bem os prós e contras, veja qual é o lugar que lhe dá mais garantias de ter uma boa vida e só depois disso tome a sua decisão.

Adeus Português, Olá Estrangeiro!

Aprender uma língua nova é algo muito positivo, mas acredite que ter de viver todos os dias rodeado de pessoas que falam algo que você não entende pode ser muito esgotante.

Vai ser difícil você entender tudo o que as pessoas falam durante um bom tempo se não souber já um pouco da língua e não só…

Isso irá ajudar a que outra coisa se desenvolva. 

Longe de Família e Amigos

Ao ir para outro país você vai estar abandonando literalmente a vida que possui e que provavelmente já tem á muitos anos, incluindo isto família e amigos.

Pode até acontecer da sua família mais direta como esposa/marido e filhos ficarem no Brasil, algo que não é invulgar.

Isso poderá fazer com que muitas vezes se sinta só e abandonado num país bem distante e não é só.

Aniversários, festas, casamentos, etc… A maioria desses eventos serão perdidos e mesmo quando você volta, existe uma probabilidade muito grande de você se sentir deslocado porque aquela deixou de ser a sua realidade.

Documentação

Tudo o que seja relacionado com os seus documentos será ainda mais difícil de tratar. Sendo brasileiro você já conhece bem a realidade do Brasil e toda a sua burocracia, então agora imagine juntar também a burocracia do país onde você está à mistura…

Vai ter que estar mais informado de como tratar das coisas e provavelmente irão demorar mais tempo para se resolverem. E então, já ficou a saber mais sobre as vantagens e desvantagens de trabalhar no exterior?

Claro que não são só estas em ambos os lados, mas considero ser já uma boa base para você avaliar e assim conseguir ter um decisão mais educada sobre o assunto.


___________________________________________
*Perfil: Ricardo Pereira é formado em Marketing e atua em Gestão de redes sociais e inbound marketing.









  • Para participar da seção Café Convidado, do blog Café com Notícias, basta enviar para o e-mail wander.veroni@gmail.com com um material de sua autoria. Pode ser uma reportagem (texto, áudio ou vídeo), artigo, crônica, fotografias, peças publicitárias, documentário, VT publicitário, spot, jingle, videocast ou podcast. Mas, atenção: pode participar estudantes de Comunicação Social (qualquer habilitação: jornalismo, publicidade, relações públicas, marketing, Rádio e TV, Cinema, Produção Editorial e Design Gráfico), profissionais recém-formados ou profissionais mais experientes de qualquer outra profissão. Participe e seja meu convidado para tomarmos um Café! OBSERVAÇÃO: Por ser editor responsável pelo Café com Notícias, o material enviado está sujeito a sofrer edição final para adequação da linha editorial abordada neste espaço.




Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, siga a company page no LinkedIn, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.







Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

0 comentários