Orkuti quer resgatar internautas que tem saudades do Orkut

fevereiro 06, 2015

Foto: Orkuti / Reprodução. 


Você é um desses internautas que ficou comovido com o final do Orkut em setembro de 2014? Se sim, saiba que as suas preces foram atendidas. É que o programador brasileiro, Alex Becher, resolveu criar uma rede social para homenagear a finada rede social da Google Inc. e criou o Orkuti.

Isso mesmo: com “i” no final e com um ambiente totalmente inspirado na plataforma que foi a primeira grande rede social a se tornar uma febre no Brasil. Mesmo com as semelhanças do nome e layout, o fundador acredita que não encontrará problemas judiciais com a Google, uma vez que o site não existe mais. Para isso, ele já fez o pedido de registro de marca ao INPI.

Para se cadastrar, o usuário pode logar na rede social a partir da sua conta Google ou pelo Facebook e, em seguida, preencher alguns dados simples e redefinir uma senha. O layout e o ambiente da plataforma são praticamente idênticos. Para o segundo semestre, o Orkuti pretende relançar a “sorte do dia”, uma play list a partir de músicas do YouTube e um aplicativo para Android e iOS, além de um site móbile mais robusto.

Em entrevista ao site Tech Tudo, Becher disse que a rede social já possui 150 mil membros e mais de 7 mil comunidades. Além disso, ele faz questão de deixar bem claro que o Orkuti não tem nenhuma relação com a Google. “A nossa ideia foi reviver o Orkut como rede social usada pelos brasileiros mantendo o ambiente, as funcionalidades e criando novas ferramentas para interação. Enviei várias mensagens para o Google dizendo que eu tinha lançado o Orkuti e nunca me responderam. Além disso o Orkut não existe mais", conta.








Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, siga a company page no LinkedIn, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.











Jornalista


MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

1 comentários