Café Literário – Stephen King, biografias e clássicos em quadrinhos

outubro 31, 2013


Bem-vindo ao Café Literário, a sua dose semanal de literatura! Nesta temporada, a seção está sob os cuidados do escritor em formação, apaixonado por literatura e autor do blog Escriba Encapuzado, Tiago K. Pereira*, novo colunista do blog @cafecnoticias. Semanalmente, você irá conferir por aqui novidades do mundo literário, entrevistas, resenhas e, até mesmo, sorteio de livros. Acompanhe: 

Saudações, querido leitor. Confira nas Notas Literárias desta semana mais detalhes sobre um curioso livro do autor Stephen King. Também teremos obras clássicas da literatura adaptadas para quadrinhos, dois guias para os fãs da saga Star Wars, a polêmica autobiografia de Morrissey e muito mais. Confira as notas e fique bem informado:

Inédito

Chega ao Brasil o novo livro do escritor norte-americano Stephen King, mestre do terror e do suspense. Novembro de 63 é um thriller protagonizado por Jake Epping, professor de inglês cuja vida pacata é abalada pela revelação de que o faxineiro de sua escola, Harry Dunning, é o único sobrevivente de uma chacina familiar.

Mas as coisas ficam realmente bizarras quando Jake é intimado por Al, dono de uma lanchonete local, a viajar no tempo para impedir o assassinato do presidente John F. Kennedy.

Graças a um portal aberto por Al em sua despensa, o professor se vê transportado para o ano de 1958. Ao interferir com o massacre da família Dunning, Jake embarca numa estrada sinuosa que conduz ao solitário e problemático Lee Harvey Oswald. 

Poderá tal encontro alterar o curso da história? Quais serão as consequências para o futuro? Abaixo, assista um breve depoimento do autor sobre a obra:

Novembro de 63 foi lançado em 2011 nos Estados Unidos, onde foi muito bem recebido pela crítica. O livro foi considerado pelo The New York Times como “uma das melhores histórias de viagem no tempo desde H. G. Wells” (autor de A Máquina do Tempo). Por aqui ele chega pela Suma de Letras, selo da Editora Objetiva.

Originalmente previsto para novembro, quando se completam 50 anos da morte do presidente mais carismático da história norte-americana, o livro já está disponível em e-book na Amazon e no Google Play, e também em versão física no Submarino. O primeiro capítulo pode ser conferido aqui.

Adaptações

O Grupo Autêntica, através da Editora Nemo, tem investido na publicação de adaptações dos clássicos da literatura mundial para quadrinhos. Depois das shakespearianas Romeu e Julieta, Hamlet, MacBeth, Sonho de uma Noite de Verão, Otelo, Rei Lear e A Tempestade – além do machadiano Dom Casmurro e outros –, a obra lançada agora é A Ilha do Tesouro, do escocês Robert Louis Stevenson (também autor de O Médico e o Monstro).

Originalmente publicado em 1883, o livro narra as aventuras de Jim Hawkins, o filho de uma taberneira que troca sua vida insossa pela emoção da caçada a um tesouro pirata. Produzido pelos quadrinistas italianos Manuel Pace (roteiro) e Carlo Rispoli (ilustrações), a adaptação tem roteiro fiel, 104 páginas em preto e branco e está à venda pelo preço de R$ 42,00. Os demais lançamentos da Editora Nemo podem ser conferidos aqui.

Nacionais

Escrito por Ricardo Ramos (1929-1992), filho de Graciliano Ramos, Os Caminhantes de Santa Luzia teve uma nova edição lançada pela Biblioteca Azul. Com 184 páginas, o livro narra, num misto de realidade e ficção, a trajetória de Luzia, uma ingênua peregrina que detém o dom da clarividência e vive o drama diário da sobrevivência no sertão nordestino.

A Companhia das Letras lançou O Drible, terceiro livro do escritor mineiro Sérgio Rodrigues. O romance se desenvolve em torno de Murilo Filho, cronista esportivo de 80 anos, e seu filho Neto, com quem aquele tenta se reconciliar de uma briga de anos atrás.

O relacionamento dos dois trará à tona segredos de família e reminiscências sinistras dos porões da ditadura. O livro de 218 páginas teve alguns trechos liberados. Sérgio é autor de Elza, a garota e O homem que matou o escritor.

Saga

A Editora Bertrand Brasil, do Grupo Editorial Record, está preparando dois lançamentos para os fãs de uma das franquias cinematográficas mais cultuadas do mundo. Previsto para o fim de novembro está O Caminho Jedi, um guia ilustrado e completo sobre os Guardiões da Paz e da Ordem na Galáxia.

O livro foi produzido como um manual de treinamento e apresenta várias informações sobre a história da Ordem Jedi, seus maiores mestres, seus armamentos e vestuários, suas técnicas de combate e muito mais. Já em pré-venda pelo valor de R$ 55,00, O Caminho Jedi terá capa dura e edição de luxo – resta esperar que a qualidade seja tão boa quanto à versão original em inglês.

Trechos do livro foram disponibilizados pela Bertrand, que já está preparando outro guia nos mesmos moldes, desta vez sobre os principais arquirrivais dos Jedi (assim mesmo, no singular): O Livro dos Sith, que está previsto para o começo de 2014. Com tão poucos títulos deste rico universo publicados no Brasil, ambas as obras são imperdíveis para os fãs da saga de George Lucas.

Polêmico

O britânico Morrissey, ex-vocalista e compositor da banda de rock The Smiths, está sorrindo à toa. Poucas semanas após o lançamento e contando com mais de 35 mil cópias vendidas, sua autobiografia quebrou recordes ao figurar no topo da lista dos mais vendidos, desbancando o novo livro da personagem Bridget Jones, Louca pelo Garoto, de Helen Fielding.

Neste livro de memória, o cantor põe por terra a imagem de reservado e escancara detalhes de sua vida pessoal. Entre as polêmicas que parecem ter tornado esta biografia musical um sucesso estão a relação de dois anos com o fotografo Jake Walters iniciada em 94; os abusos sofridos por professores durante a infância; críticas a Geoff Travis, proprietário da gravadora que lançou sua banda.

Para completar, Morrissey - Autobiography foi lançado pela Penguin Classics, selo da editora Penguin famoso por publicar apenas clássicos da literatura mundial – supostamente, por pura pressão do cantor, que se recusava a publicar de outra forma. Sobre sua orientação sexual, Morrisey disse recentemente não ser homossexual, e sim "humanossexual". Em suas palavras: "Sou atraído por seres humanos".

Biografias

No tocante à publicação de biografias não autorizadas aqui no Brasil, a discussão prossegue, mas a questão ainda não parece ter afetado o cronograma de publicações das editoras.

Apesar das críticas ao grupo Procure Saber, liderado pela empresária Paula Lavigne, feitas pelo editor Luiz Schwarcz no blog da empresa, a Companhia das Letras ainda pretende lançar o terceiro volume da biografia de Getúlio Vargas em agosto de 2014 – o autor Lira Neto teve liberdade e acesso aos familiares do político, mas não teria submetido sua obra a nenhuma pré-aprovação.

Apesar do veto à biografia Roberto Carlos em Detalhes, escrita por Paulo César de Araújo e publicada em 2006, a Editora Planeta mantém em seu calendário duas outras obras do gênero: a autobiografia do velocista jamaicano Usain Bolt e a história dos lutadores gêmeos Minotauro e Minotouro, produzida por sua mãe. Por razões óbvias nenhuma dessas obras deve enfrentar problemas de publicação.

No último domingo (27), em entrevista ao Fantástico na Rede Globo, o compositor Roberto Carlos, pivô da polêmica e membro do Procure Saber, mostrou-se mais flexível em relação às revindicações do grupo.

Quando perguntado se era a favor da publicação de biografias não autorizadas, Roberto respondeu: “Sem autorização. Porém, com certos ajustes. (...) Tem que haver um equilíbrio e alguns ajustes para que essa lei não venha a prejudicar nem um lado, nem outro. Nem o lado do biografado, nem o lado do biógrafo. E que não fira a liberdade de expressão e o direito à privacidade”.


Em entrevista ao Globo, Paulo César de Araújo não pareceu convencido. O jornalista Geneton Moraes Neto – autor do livro-reportagem Dossiê Brasília: os Segredos dos Presidentes, rebateu algumas das afirmações estapafúrdias do Rei em sua coluna Dossiê Geral no G1. E a polêmica continua.





*Perfil: Tiago K. Pereira é escritor de coração e servidor público por necessidade. Aficionado por letras, livros e curiosidades do mundo nerd, Tiago busca realizar seu sonho de se tornar um escritor profissional. Entre rascunhos de histórias e telas de programação, ele se aproxima do mundo da literatura escrevendo no Escriba Encapuzado e para a seção Café Literário do blog Café com Notícias.




Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e assista os vídeos do canal no YouTube.





Wander Veroni
Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

3 comentários

  1. Thyago Guimarães2 de nov de 2013 10:54:00

    Quero ler essa biografia do Morrissey. Ele é um dos meus artistas favoritos. #revolucionário

    ResponderExcluir
  2. Fabrício de Oliveira2 de nov de 2013 10:56:00

    Sobre esse negócio das biografias acho que esses medalhões da música brasileira estão fazendo uma tempestade em copo d'água e caem toda hora em contradição. Como diz o outro: aceita que dói menos. O público não comprou essa ideia de censura prévia.

    ResponderExcluir
  3. Pétrus Michelini2 de nov de 2013 10:59:00

    Sou nerd assumido, mas nunca gostei de Star Wars. Tem outras histórias, filmes e séries muito melhores. No mais, gostei da coluna. Várias informações sobre literatura que é muito difícil de encontrar nos outros sites. Vou acompanhar a partir de agora.

    ResponderExcluir