Meteoro cai na Rússia, faz estragos e mostra que não estamos só no Universo

fevereiro 16, 2013



Nesta sexta-feira (15/02), todos os olhos do mundo se voltaram para a cidade de Chelyabinsk, na região sul da Rússia. É que um meteoro atingiu a atmosfera da Terra e se fragmentou em meteoritos, causando estragos na localidade e mais de mil pessoas feridas. Coincidentemente, outro fenômeno aconteceu no mesmo dia. Trata-se de um asteroide, de aproximadamente metade de um campo de futebol, que passou de “raspão” no nosso planeta, a menos de 30 mil quilômetros, distância considerada pequena pelos astrônomos.

As autoridades russas já falam em um prejuízo de cerca de US$ 30 milhões de dólares, pois o impacto do meteoro destruiu vidros de prédios, portas de galpões e danificou muitos telhados. Durante o fenômeno, o sinal de telefonia ficou interrompido, alarmes de automóveis foram acionados automaticamente e várias pessoas ficaram feridas. Em vídeos feitos por celulares e por câmeras de segurança da cidade de Chelyabinsk é possível ver uma bola de luz intensa que deixa um rastro de fumaça por onde passou. Assista:




"Ele deve ter se fragmentado ainda muito alto, e isso provocou um boom sônico. Então houve um deslocamento de ar, por isso que nós vimos diversas janelas quebradas, e ele também causa perturbação no campo magnético", disse o astrônomo Júlio Lobo, em entrevista ao Jornal Nacional, da Rede Globo.

As imagens do meteoro da Rússia são impressionantes e lembram muito os filmes de ação e ficção científica. Rapidamente, muitos internautas nas redes sociais fizeram alusão à série Smalville (2001/2011) – que conta a adolescência de Clarck Kent, o Super Homem, e tem uma chuva de meteoro no primeiro plot da história; e ao filme Armagedom (1998) – onde o personagem de Bruce Willis se sacrifica para detonar uma bomba nuclear em um asteroide do tamanho do Texas que iria se chocar contra a Terra.
Fonte: Folha de S. Paulo / Reprodução.

Tanto o meteoro que passou no céu da Rússia, quanto o asteroide que passaram pela órbita da Terra no mesmo dia – mas em horários diferentes, não tem nenhuma relação com o outro, segundo os especialistas. Neste sábado (16/02), mergulhadores começaram a rastrear fragmentos do meteorito em um lago próximo ao local atingido com o objetivo de se pesquisar o corpo celeste que sobrevoou o céu da Rússia. Inclusive, as autoridades russas já pedirem a criação de um sistema mundial de defesa de objetos espaciais

Para o Universo, nada acontece por acaso. Acredito sim que estes dois fenômenos tem um significado e ele é muito simples: não estamos sozinhos no Espaço. Há um intensa atividade de produção e transformação das coisas. A natureza se encaminha de criar (e destruir) coisas o tempo todo. Faz parte da vida. Penso que ainda precisamos mudar o nosso olhar em relação aos fenômenos naturais não só como tragédias anunciadas, mas um aviso do quanto somos frágeis em relação ao Universo. A vida é bem maior que tudo isso.



Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.




Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

8 comentários

  1. Concordo com você, Wander. A gente olhas esses fenômenos como se fosse uma coisa ruim, e não é. É algo da natureza que sempre existiu. As imagens foram mesmo impressionantes.

    ResponderExcluir
  2. Fiquei de cara com essa história do meteoro. Imagine se isso começa acontecer com frequência? Estamos fudidos.

    ResponderExcluir
  3. Wanderoni, com certeza vale a chamada para a imensidão do universo e da fragilidade dos seres humanos, mas não posso deixar de compartilhar um dos vídeos de meteoro que mais gosto na rede, kkk
    http://www.youtube.com/watch?v=i1hNguRcxrM

    ResponderExcluir
  4. Realmente não estamos sozinhos no Espaço e os Meteoros,tempestades solares,planetas,estrelas e etc estão por ai e vamos levando a vida e torcendo para que a nossa e futuras gerações sobrevivam a outros acontecimentos que poderam acontecer.O ciclo da vida cada vez mais nos prova que somos frageis perante o Universo...fuiiiii

    ResponderExcluir
  5. Francisco Bertoletta17 de fev de 2013 07:04:00

    Fiquei pensando aqui com os meus botões: porque a NASA - que é norte americana, não avisou a Rússia sobre a queda desse meteoro? Será que ainda existe rivalidade entre os dois países e as suas respectivas agências espaciais? Algo a se pensar.

    ResponderExcluir
  6. Foi uma grande tragédia! Infelizmente, os Russos não estavam á espera deste acidente.

    ResponderExcluir
  7. É mesmo impressionante o mundo em que vivemos!!!! eu resumiria assim esta notícia!!

    Eu também tenho um blog, que exibe informações de todo o oeste baiano principalmente de Paratinga...
    Se tiver interesse de uma olhada: http://paratinganoticias.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. nssa dessa vez Fooii feeia a coisa isso nao e coisa que se brinque por isso ten que tomar mtoo cuidadoo isso ainda vai dar o q falaar pode cree

    ResponderExcluir