Fazenda de Verão – Angelis vence o reality show e manipulação descarada da Produção

fevereiro 03, 2013



Na última quarta-feira (30/01), chegou ao fim a primeira (e talvez única) edição do reality show #FazendaDeVerão, consagrando a assessora de imprensa mineira, Angelis Borges, 24 anos, como a grande campeã. Mas a vitória de Angelis não foi só do prêmio de R$ 1 milhão, mas também da manipulação descarada da Record que trolou o programa do início ao fim.

Mudanças de horário sem explicação, omissão do primeiro casal lésbico de um reality show de confinamento no Brasil e a falta de clareza com o público sobre o que era regra e que poderia gerar punição ou até mesmo expulsão. Além disso, várias vezes a transmissão 24h pelo portal R7 foi cortada, priorizando ao máximo a edição da TV aberta.

Veja também:


Muita coisa ficou sem explicação, como a cusparada de Isis em Angelis, o fato de Hayssam ter jogado um copo d’água na cara de Angelis durante uma briga, a cabeçada de Halam em Rodrigo Carril e Isis fazendo greve de trabalhos domésticos e defecando em um saco plástico para que os colegas tivessem que pegar – essa então nem chegou ao ir ao ar. Mas, o pior disso tudo, foi a entrada de Lucas Barreto, um participante com sérios problemas psicológicos e que foi retirado do programa de uma hora para outra, sem uma explicação decente para o telespectador.

Aconteceu de um tudo na #FazendaDeVerão. Eu que acompanho há mais de 10 anos o formato aqui no Brasil me surpreendi com as atitudes do elenco que não media as consequências e o quanto isso poderia interferir na sua imagem aqui fora. Mas, apesar do elenco ter rendido ótimas situações, a produção não soube lidar com o fator “realidade” do programa. Se fosse no Big Brother Brasil, Angelis tinha saído na primeira semana, após ter sido excluída pela Casa e por se posicionar de maneira diferente dos outros e com bastante personalidade, diga-se de passagem.

Angelis ganhou a #FazendaDeVerão pela sinceridade. Por mostrar todos os seus defeitos e qualidades e, principalmente, por não se deixar abater diante do favoritismo declarado pela produção por Isis, Vitor e Thyago. Aliás, a baixa audiência do programa tem muito a ver com a atual fase da Rede Record, que não respeita os horários dos programas e não se preocupa em fidelizar o telespectador com uma grade de programação mais coerente.

A grande final do reality show foi pobre de conteúdo e sem nenhuma grandiosidade como já vimos nas edições passadas de #AFazenda. Nem show ao vivo teve. Foi tudo muito morno e sem sal, mostrando clipes de histórias que aconteceram durante toda a temporada. Não teve novidade, até porque o público já sabia que Angelis ia ganhar. Talvez, a #FazendaDeVerão sirva de lição para a Record: o público não é tão passivo, quanto alguns pensam. O fator “realidade” dos realities shows não pode ser desprezado.



Fotos: Rede Record / Divulgação.



Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.




Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

2 comentários

  1. O programa foi todo da Angelis, ela foi a protagonista do início ao fim. A vitória foi mais que merecida. Excelente post!

    ResponderExcluir
  2. Torci muito para a Angelis. Acho que ela foi mega injustiçada pela Record. esse boicote do relacionamento dela com a Manu foi de doer. A Record precisa de uma renovação!

    ResponderExcluir