Café nas Eleições 2012 – Debate da RedeTV! e Folha com os candidatos a prefeitura de BH

setembro 08, 2012



Oferecer ao público uma oportunidade de conhecer melhor os candidatos a prefeitura de Belo Horizonte. Este foi o objetivo do Debate da RedeTV! em parceria com o jornal Folha de S. Paulo, que aconteceu nesta sexta-feira (07/09), no Hotel Ouro Minas, na capital mineira. Com excelente organização e infraestrutura, a emissora promoveu o segundo debate televisivo da capital mineira, sem ficar nada a dever aos principais veículos do país. Clique aqui para ver mais fotos do evento.

Mediado pelo jornalista Kennedy Alencar – apresentador dos programas É Notícia e Tema Quente, da RedeTV!, o debate contou com a presença dos candidatos Alfredo Flister (PHS), Marcio Lacerda (PSB), Maria da Consolação (PSOL) e Patrus Ananias (PT). O formato permitiu que os candidatos fizessem perguntas entre si por meio de sorteio, além de responder perguntas específicas dos jornalistas Rodrigo Cabral, da RedeTV!, e Vera Magalhães, da Folha de S. Paulo. Confira abaixo algumas impressões:

# Com boa parte do suporte de produção e tecnológico vindo de São Paulo, a RedeTV! não poupou recursos para a produção do debate em parceria com a Folha. Em uma ala do Hotel foi construído um estúdio com total infraestrutura de captação e imagem. A qualidade do now-how da equipe permitiu que tudo saísse como o planejado e não aconteceu nenhum problema técnico, ao contrário do primeiro debate promovido pela TV Band Minas.

# Diferente também do debate da TV Band Minas, a RedeTV! se mostrou muito mais organizada no credenciamento dos convidados. Além disso, a produção não impediu os trabalhos dos jornalistas de outros veículos que ficaram a vontade para circular e registrar a entrada dos candidatos que chegavam ao debate.

# Antes do debate começar, o que chamou a atenção foi a militância do PSB e do PT na porta do Hotel Ouro Minas. Numa criatividade absurda e improvisando vários gritos de guerra, os apoiadores ficaram trocando farpas através paródias de músicas, insultos e provocações aos adversários políticos. “Ex my love...uh-uuu...ex my love, se fulano ganhar para prefeito ele nem vai valer um e noventa e nove”, diz uma das letras.

# Maria da Consolação (PSOL) foi a primeira a chegar no debate. Solicita, ela foi a única que quis conversar com a imprensa na porta do Hotel. Em seguida, Alfredo Flister (PHS) chegou acompanhado de seus assessores. Logo depois, chegou Patrus (PT) na entrada do Hotel que cumprimentou apoiadores, posou para fotos mas não falou com os jornalistas. Por último, cercado de seguranças e assessores, Márcio Lacerda (PSB) foi o último a chegar para o debate. O atual prefeito e candidato a reeleição foi recepcionado pelo deputado federal Antônio Roberto (PV) e também não falou com a imprensa.

# Em suma, o debate foi marcado pela fuga de respostas de Patrus e Marcio Lacerda que tentaram contornar algumas questões enaltecendo as suas propostas de governo. Flister foi acusado de ser um candidato laranja de Lacerda por fazer uma oposição ferrenha à Patrus. Já Maria da Consolação é a única representante de oposição nos debates que consegue elevar o nível com dados e números, mostrando pontos positivos e negativos da gestão de quase 20 anos de PT se alternando com o PSB na prefeitura de Belo Horizonte.

# O destaque do Debate foram as perguntas pontuais dos jornalistas Rodrigo Cabral, da RedeTV!, e Vera Magalhães, da Folha de S. Paulo, aos candidatos. Pela primeira vez na TV, os candidatos foram questionados de forma embasada e aprofundada. Na minha avaliação pessoal foi o melhor momento do debate.

# Os jornalistas questionaram Lacerda sobre o envolvimento do presidente do PSB, Walfrido dos Mares Guias, no mensalão tucano e cutucaram Patrus sobre o julgamento do STF de membros do PT também no mensalão. Já Maria e Flister foram questionados a respeito das suas propostas de governo. A primeira foi indagada se, caso fosse eleita, entenderia os malefícios que ia causar ao trânsito da cidade ao propor que as obras sejam auditadas. O segundo foi questionado por apresentar propostas mirabolantes – como o serviço de resgate por helicóptero, sem levar em conta os custos que isso trará aos cofres públicos.

# Pela primeira vez algumas opiniões foram afloradas de forma mais explícita. Patrus adotou uma posição mais firme à Lacerda ao cutuca-lo sobre o rompimento entre PT e PSB. Já o socialista atacou o candidato petista ao afirmar que o rompimento se deu "por uma facção mais radical que queria a candidatura própria” e não queria abrir mão de duas a três cadeiras na Câmara Municipal.

# Ainda nos ataques, Maria da Consolação cutucou Lacerda por ainda não ter apresentado as suas propostas de governo ao TRE e por não ter cumprido boa parte do seu [atual] plano de governo. Já Flister cutucou Patrus pelos erros da sua administração como prefeito de BH como na criação da Escola Plural e a proibição da meia entrada aos espetáculos.

# Por serem as principais candidaturas a prefeito de BH – de acordo com as pesquisas de intensão de voto, Lacerda e Patrus foram os mais bombardeados e se esquivaram ao máximo das respostas de temas polêmicos. Para contornar a saia justa de algumas perguntas, o petista tocou de forma insistente na sua plataforma de governo de melhorar a saúde municipal. Já Lacerda, no mesmo esquema, enalteceu as obras e as melhorias da cidade na sua gestão. De forma irônica, o socialista pediu para que Patrus ligasse para Dilma para ficar à par das obras e recursos destinados a Belo Horizonte. Abaixo, confira na reportagem de Raquel Laudares a repercussão do debate na mídia mineira:


Fotos: Wander Veroni.



Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.




Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

3 comentários

  1. Francisco Bertoletta8 de set de 2012 19:11:00

    Acompanhei ontem a noite a sua cobertura nas redes sociais e agora estou lendo o post no blog. Muito boa a sua análise, parabéns. Para mim, foi o melhor debate eleitoral até agora em BH. Abraços

    ResponderExcluir
  2. Da nossa parte, muito obrigada pela cobertura e pelo reconhecimento. Sinal de que o esforço de 200 profissionais foi recompensador. Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela cobertura, Wander. O que a RedeTV! não tem de qualidade nos seus programas de entretenimento ela se supera no jornalismo. Prova disso foi esse debate. Assisti pela TV e achei muito bacana. Achei que morreria sem conseguir elogiar a emissora algum dia...kkkk...rs. Brincadeira. Abraços

    ResponderExcluir