SBT Brasil denuncia venda de dados sigilosos do Governo

agosto 29, 2008

A internet é um meio que promove o fácil acesso a quaquer tipo de informação. Esta, quando quando mal intencionada, pode ser usada para os mais diversos tipos de crime.

É de domínio público que muitas empresas vendem seus bancos de dados com a preferência de clientes e informações comerciais para assediar as pessoas com promoções, ofertas de produtos e até mesmo para
estelionato. Mas agora os criminosos conseguiram ir além e, realmente foram muito longe.

Na edição desta última quinta-feira (28/08), o telejornal SBT Brasil
, do SBT, exibido das 21h15 às 22h, trouxe uma reportagem denunciando que uma quadrilha vende por R$ 2 mil uma senha para que qualquer um possa entrar na Rede Infoseg - o maior banco de dados do Brasil, usado pelas Policias (Civil, Militar, Rodoviária e Federal) e pela Justiça Federal, no qual é possível saber todos os dados de uma pessoa, desde endereço, conta no banco, imóvel, empresas e bens que a pessoa adquiriu por toda vida.

Na reportagem, um produtor se passou por uma pessoa interessada pela senha. A negociação foi feita em um posto de gasolina, na esquina da avenida Rio Branco com a rua Aurora, ao lado do prédio onde funcionam o 3º DP e a 1ª Seccional.

Com a senha em mãos, formada por um número de CPF para acesso e uma palavra-código, a equipe de reportagem do
SBT Brasil consultou informações confidenciais do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dos ministros Tarso Genro (Justiça) e Dilma Rousseff (Casa Civil), do governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), do secretário de Justiça do Estado de São Paulo, Luiz Antônio Marrey e do procurador-geral de Justiça de SP, Fernando Grella Vieira.

A senha foi criada para uso da Receita Federal e estava registrada com nome e CPF de uma mulher da cidade de Belém, no Pará.


Rede Infoseg



Você já imaginou alguém usando os seus dados e, ainda por cima, ter acesso a sua assinatura de forma digitalizada a ponto de falsificar seus documentos, abrir empresas e/ou comprar produtos se passando por outro pessoa?

Estes dados abertos e livres para criminosos é algo muito sério e que precisa ser inestigado com todo cuidado. Em um verdadeiro furo de reportagem, ao incitar o debate para o problema, o SBT Brasil deu um show de jornalismo e mostrou que o crime acontece debaixo dos olhos das nossas autoridades.


Criado em em 16/12/2004, a Rede Infoseg passou a integrar informações de Segurança Pública, Justiça e de Fiscalização no Brasil. A rede integra um conjunto de bases de dados distribuídas pelos estados da Federação e por órgãos do governo federal, sendo sua finalidade disponibilizar as informações contidas em qualquer base integrante para que se tenha acesso a dados de qualquer cidadão brasileiro.

Nesta rede estão cadastrados mais de 80 mil usuários, com apoio de de todos os Estados, do Distrito Federal, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Receita Federal do Brasil, Segurança Pública, Justiça e de órgão de fiscalização, além de dados sobre as armas do Exército Brasileiro (SIGMA), da Receita Federal (CPF e CNPJ), do Superior Tribunal de Justiça e da Justiça Federal (ENCLA).

Repercussão




Na edição de hoje (29/08) do Jornal da Alterosa, da TV Alterosa, afiliada do SBT, em Minas Gerais, exibido das 12h30 às 13h, foi reprisada a matéria para os telespectadores. Por meio da assessoria de imprensa, o Governador Aécio Neves (PSDB) informou que ainda não tomou conhecimento da denúncia, pois estava voltando de uma viagem internacional, uma vez que o nome dele foi citado na reportagem.

A Folha Online, portal noticioso da Folha de S. Paulo, que é um dos maiores jornais do país, também trouxe reportagem e uma complementação à denúncia ao relatar que a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) e a Polícia Federal investigam a quadrilha que vende e as possíveis pessoas que compraram as senhas que, a partir de qualquer computador conectado à internet, conseguem consultar dados cadastrais e sigilosos dos cidadãos.


Retomada


O SBT passa por um processo de renovação de conteúdo do seu telejornalismo e está investindo pesado reportagens bem feitas. A retomada na parte de conteúdo é uma prévia da emissora que ensaia a volta pela vice-liderança, posição retirada pela Rede Record.

Nas últimas semanas foi noticiado em vários jornais que o SBT ou tem empatado ou ganhado da Record em vários momentos do dia. Um dos principais calos da emissora do Bispo tem sido a reprise da telenovela Pantanal, exibida na década de 1990, pela TV Manchete, e o programa Domingo Legal, que recuperou o fôlego e tem conquistados excelentes indíces de audiência, aos domingos. N

a próxima segunda-feira, dia 01/09, o SBT estréia o vespertino Olha Você, às 17h, uma espécie de revista eletrônica, baseada no mesmo formato do Hoje em Dia, da Record, apresentado por Ellen Jabour, Alexandre Bacci, Claudete Troiano e Francesco Tarallo




Quer saber mais detalhes? Siga-me no Twitter. Essa semana eu volto com mais Café com Notícias.






Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

17 comentários

  1. Que belo trabalho do SBT, ultimamente a qualidade das suas matérias tem aumentado muito. Bom, fico impressionado com essas coisas que acontecem aqui no 'brazíl', até parece piada. Então 'qualquer' um pode fazer o que bem entender com 'qlqr pessoa' só com uma senha?! Que merda!

    Penso que isso vem 'ajudar' a policia e tal, mas ai está o problema da internet: Tudo é possível!

    e assim seguimos 'confiando' na sorte...


    Atualizei o visão, passa lá!

    http://visaocontraria.blogspot.com/

    abrasss

    ResponderExcluir
  2. Que bom não
    eu prefiro o sbt
    pq os mutantes , meu que coisa tosca xD


    nunca curti os programas da record




    http://frango-de-bigode.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Não difícil imaginar que em um futuro não muito distante estejamos todos fadados a pagar serviços caríssimos de proteção à identidade. É como um velho professor meu dizia: " no mundo virtual, toda fechadura tem uma chave".

    ResponderExcluir
  4. Jesus amado ... onde vamos parar gente?
    É gente de dentro que vende as senhas...!!!

    ResponderExcluir
  5. Muito legal sua revista eletrônica Wander! Gostei em especial da cobertura da Olimpíada! Voltarei com mais calma, tem muita coisa boa pra ler!

    Abraços,
    Berenice

    ResponderExcluir
  6. Ei, mas o SBT vive de copiar todo mundo mesmo, né? É triste. Agora, tomara que o jornalismo realmente continue trazendo matérias originais, como a que vc explicou sobre o roubo dos dados. Que loucura, né? Vc mostrou bem que a gente vive ao Deus dará, amigão! Excelente reportagem!
    Amei o teu comentário em espanhol, ficou um show e deu muita cor ao post, viu? hehehe Eu tb amo o tango, vou aprender um dia.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns.Adorei o post.Realmente é muito inseguro isso.Devia ser como no filme as panteras:Dna do olho,impressões digitais e tal,pois os hackers descobrem mesmo!

    Passa lá:http://clicktudonet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. - Eita SBT, trabalhando duro para ser reconhecido pelos telespectadores, hein?!

    - Mais uma vez o SBT mostrou seu duro trabalho sobre a Rede Infoseg... Eita... tá subindo meu conceito [agora é 05%]

    - TV Alterosa, a afiliada do SBT. Acho que o Silvio tá investindo duro pra subir de vez mesmo hein?

    - O que eu disse? SBT já tá renovando o conteúdo do seus jornalismo. Isso é o que? Estratégia urgente para se tornar o vice-líder...

    [Uma pergunta pra vc: gosta do SBT]

    abçs


    Lucas de Oliveira

    ResponderExcluir
  9. Maria Lúcia Almeida29 de ago de 2008 22:46:00

    Essa reportagem do SBT Brasil ficou muito bem feita mesmo. Pena que a emissora não disponibiliza ela no site do SBT ou no YouTube. Muito boa a sua abordagem, Wander. Meu segundo comentário no Café. Acho que já estou aprendendo a lidar com internet. Beijos querido.

    ResponderExcluir
  10. Vim agradecer sua visita ao meu blog, comentar o seu e deixar um recado:

    Dica: às vezes dá preguiça de ler notícias muito longas... Eu confesso que li somente a primeira e a segunda, que tinham ligação direta, as demais deixei de ler, pois são muitas notícias pra se ler de uma vez só, e eu sou uma preguiçosa de carteirinha assinada. As reportagens televisivas têm feito um ótimo trbalho, mas deveriam dar um retorno maior dessas notpicias, como retornar a realizar a investigação para verificar se o problema foi resolvido com a denúncia ou foi somente "disfarçado".

    Comente o que quiser em meus blogs, pois estarão sempre à disposição:

    "E se me achar esquisita, respeite também.
    Até eu fui obrigada a me respeitar."
    -Clarice Lispector-
    ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★ ★★ ★ ★ ★

    ResponderExcluir
  11. Olá, Pingo de Leite!


    Obrigado por visitar e comentar no Café com Notícias. Existe mesmo essa prerrogativa na internet qto a notícias grandes, mas acho que qdo o assunto é interessante e realmente acrescenta, vale a pena deixar o leitor bem informado. A intenção do Café é essa: desenvolver conteúdo original e incitar o debate.

    Volte sempre, viu!

    Abraço,

    =]
    ___________________________
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Opa!

    O SBT é assim: investe, copia, acha algo novo, muda e copia de novo. Contudo, essa postura de se investir no jornalismo de qualidade, com uma equipe de bons âncoras - Ana Paulo PADRÃO e Carlos Nascimento e repórteres de faro, tem trazido ao canal de Sílvio Santos, um retorno que até então, o Homem do Baú, só conhecia por meio dos programas de auditório ou das novelas mexicanas.

    Investir em jornalismo é fator primordial para o sucesso de qualquer empresa de comunicação de massa. O SBT infelizmente desvirtuava e seguia a linha do entretenimento pelo entretenimento, copiando fórmulas de sucesso, com atores/ apresentadores com mercado reduzido.

    Esse Olha Você é prova de que ainda há muito que ser mudado na mente do homem forte do Sistema Brasileiro de Televisão. Muito!

    Que esse canal volte com força e eleve com qualidade, a briga pela audiência, incorporando profissionais ávidos por uma chance em rede nacional. O jornalismo agradece toda essa concorrência.

    Abraços Wander.
    ___________________________________
    http://semfronteirasnaweb.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Wander,

    Já ia me esquecendo. Quanto ao acesso ao Infoseg, eis a questão. O governo gasta milhões em sistemas e a fiscalização fica a ver navios.

    Essas redes devem ter acesso restrito a funcionários comuns, o que certamente, eliminaria suspeitas. Mas como dizem os bacharéis em informática e a Polícia: o marginal cibernético sempre está passos a frente. Quando a Polícia desenvolve um software, o marginal descobre uma maneira de burlá-lo.

    É uma briga injusta!

    Tomara que a ABIN, junto a Polícia Federal desmontem essa quadrilha. As consequências do que fora relatado pelo SBT Brasil de maneira brilhante, podem ser as piores possíveis.

    Agora sim, até!
    ___________________________________
    http://semfronteirasnaweb.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Menino, tô de cara com esse negócio da Rede Ifoseng ter vazado na net....jesus amado! Tb fico impressionada com essa movimentação das TVs em torno da volta de conteúdo para o público. Gosto muito da Claudete e da Ellen Jabour. Espero q o programa dê certo! Bjs e parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
  15. Cara, gosto do SBT pela ousadia e também pelas coisas bizarras que você só vê lá...imagine só... o velho Chaves passando 2 vezes ao dia numa TV aberta atual! Isso é surreal - apesar de gostar de Chaves. O Silvio Santos é um ser extraterrestre bacanérrimo e único. Parabéns pela matéria.

    ResponderExcluir