Renata Vasconcellos assume Jornal Nacional no lugar de Patrícia Poeta

novembro 01, 2014

Foto: João Cotta / TV Globo / Reprodução.


Em clima descontraído, Patrícia Poeta passou o bastão da apresentação do Jornal Nacional (JN) para Renata Vasconcellos, na noite da última sexta-feira (31/10). Renata assume, oficialmente, o JN ao lado de William Bonner, a partir desta segunda-feira (03/11). Para ver como foi a despedida, clique aqui.

A saída de Poeta havia sido anunciada em setembro. Segundo comunicado da Rede Globo, ela iria se dedicar a elaboração de um novo programa para a área do entretenimento a partir do zero. A jornalista continuará dando expediente na Globo, mas só não estará no vídeo. Especula-se que o novo programa pode substituir a Sessão da Tarde e o Vale a Pena Ver De Novo na faixa vespertina.

A sensação de Patrícia Poeta, pelo menos no vídeo, era de alívio, e não de tristeza por deixar o JN. Nas redes sociais – inclusive, alguns internautas e colunistas de TV, acharam irônico Poeta se referir à William Bonner como editor-chefe ou só como Bonner. Nos bastidores da TV, Patrícia Poeta é conhecida pelo gênio difícil, desde a época do Fantástico. Uma fonte confidenciou ao blog que foi no noticiário que ela conseguiu ser um pouco “domada”.

Desde a saída de Fátima Bernardes, a ida de Patrícia Poeta para o JN pareceu algo imposto e não por mérito. Naquela época, o público queria Renata Vasconcellos ou Ana Paula Araújo. Mas a emissora carioca apostou em Patrícia Poeta que vinha de um bom momento da condução do Fantástico ao lado de Zeca Camargo e Tadeu Schimidt.

Outro comentário interno é de que Poeta não tinha tanta empatia com o público do JN e que era alvo constantes de comentários nas redes sociais e na Central de Atendimento ao Telespectador (CAT). A Copa do Mundo e a cobertura eleitoral deste ano teriam sido a gota d’água para a jornalista não continuar no JN. O desempenho dela foi muito criticado – inclusive, fazendo com que o bocejo na Granja Comari, durante a Copa, virasse meme na internet.
Tanto Ana Paula Araújo, quanto Renata Vasconcellos, estavam cotadas para assumir o JN na época em que Fátima Bernardes deixou o noticiário. Foto: TV Globo / Reprodução.

De fácil relacionamento e bem quista pelo público, Renata Vasconcellos chega ao JN com a missão de retomar a empatia do telejornal junto ao telespectadores. Muito bem avaliada internamente pela condução do Fantástico ao lado de Tadeu Schimidt, Renata possui 20 anos de TV Globo, com passagens marcantes pelo canal Globo News e pelo jornal Bom Dia Brasil.

Eventualmente, Renata já fazia a substituição de Patrícia Poeta no JN. Então, a entrada no principal telejornal da TV brasileira é um desafio que ela já conhece, mas que agora irá ter que lidar diariamente. O blog reconhece o talento de Renata Vasconcellos como apresentadora, mas fica com pesar dela sair do Fantástico: a jornalista fazia uma ótima dupla com Tadeu.

Além disso, acredito que Ana Paula Araújo seria a opção mais acertada para o JN, visto que ela foi uma das jornalistas envolvidas na cobertura da pacificação do Morro do Alemão, no Rio de Janeiro, que rendeu ao telejornal o seu primeiro Emmy Internacional em 2011. Seria o justo.

Mas Ana Paula, mesmo fixa na condução do Bom Dia Brasil ao lado de Chico Pinheiro, ainda é tratada como apresentadora “coringa” no jornalismo da Globo. “Trata-se de uma apresentadora que se adapta facilmente a qualquer noticiário e que tem grande empatia com o telespectador, além de ser muito prestativa”, disse a fonte ao blog.

Ana Paula, praticamente, já fez todos os principais noticiários diários da emissora, ora como repórter, ora como apresentadora. O blog acredita que Ana Paula Araújo merecia esta chance. Mas, ao mesmo tempo, já que isso ainda não é possível, torce imensamente para o sucesso de Renata Vasconcellos e que ela tenha uma brilhante condução do JN. E com certeza terá.







Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e baixe o aplicativo do blog.









Jornalista



MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

0 comentários