Tragédia na boate Kiss de Santa Maria mata mais de 230 pessoas no Rio Grande do Sul

janeiro 27, 2013




Não se fala em outra coisa nos principais veículos de comunicação. Todos os olhos se voltaram para a tragédia na boate Kiss, na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, onde um pouco mais de 230 pessoas faleceram. Neste domingo (27/01), durante toda a cobertura da tragédia, me chamou a atenção o uso de imagens de celular para a composição do relato jornalístico. Confira mais informações, abaixo:



Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, curta a Fan Page no Facebook, circule o blog no Google Plusassine a newsletter e participe da comunidade no Orkut.




Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

7 comentários

  1. Uma tragédia com muitas vítimas! Que Deus conforte as famílias que sofrem com a perda de tantos jovens!
    http://www.luceliamuniz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muito triste! Fiquei chocada!


    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Fiquei morrendo de pena dessas pessoas que saíram de casa para se divertir no sábado a noite e acabaram sendo vítima de uma tragédia. Só deu isso hoje na TV.

    ResponderExcluir
  4. Francisco Bertoletta27 de jan de 2013 23:41:00

    Como pai, presto os meus sentimentos aos outros pais e familiares que perderam. Muito triste este episódio, difícil até de comentar.

    ResponderExcluir
  5. Pelo que acompanhei hoje pela TV, a banda que soltou os fogos e os seguranças da boate que não abriram a porta a tempo deveriam ser responsabilizados junto com o dono que não criou um sistema de segurança com saída de emergência e extintor. Uma sequência de erros que levou a uma tragédia de grande proporção.

    ResponderExcluir
  6. Foi uma cobertura bem participativa...vi muitas fotos de testemunhas.

    ResponderExcluir
  7. E como um professor de jornalismo online, entre tantos comentários horrendos sobre a tragédia, as redes sociais deram um banho de informações durante a manhã. O jornalismo colaborativo com o uso das redes, testemunhas e sobreviventes ligando pra emissoras de TV e vídeos durante resgate mostram a sua força.

    ResponderExcluir