Ponto de Vista – O dia em que desisti da TV aberta

julho 04, 2010



Desrespeito com o horário dos programas. Produções que sacrificam a qualidade final em nome da audiência. Esses foram alguns dos motivos que me levaram a parar de assistir a TV aberta com a intensidade que era até o ano passado, por exemplo. Foi neste ano – mais precisamente em março, que encontrei uma alternativa bastante interessante: assistir programas, séries, filmes, notícias e novelas online. Não precisaria me matar para ficar acordado para acompanhar determinados programas ou ter que ficar pesquisando com os outros telespectadores o novo horário de determinada atração.

Chega uma hora que cansa, sabe. Vários telespectadores, internautas, jornalistas e críticos de TV oferecendo diariamente uma consultoria gratuita para as principais emissoras de TV, e elas ignoram o apelo. Preferem continuar no erro. Fazem uma meleca atrás da outra. Não querem ouvir o público. Preferem apenas acreditar nos números. Isso é revoltante!

Pela internet, o telespectador faz a sua própria programação. O capítulo da novela das seis não precisa ser exibido na faixa das 18h. Posso assisti-lo na hora que quero e quando quero. Posso me dar ao desfrute de ficar uma semana sem ver e deixar o sábado só para ver tudo que aconteceu durante a semana. E o melhor: sem intervalo comercial.

Além disso, com a disponibilização de vídeos pelo site das principais emissoras do país, até os noticiários ficaram mais interessantes. Posso abrir várias páginas e ver uma matéria do Jornal da Band, do Jornal Nacional e do noticiário local, sem precisar ficar zapeando. Assim que o vídeo carregar, assisto um e depois assisto o outro.

E as séries americanas...meu Deus, a internet deu alforria aos que ficavam escravos de uma determinada emissora esperando a boa vontade deles de passarem a temporada completa e em um horário fixo. Dá para assistir online ou baixar os episódios: fica a gosto do freguês!

Esses são alguns exemplos da independência que a internet deu ao telespectador e, aos poucos, obriga a TV aberta a repensar o conteúdo para essa plataforma. Nem sempre números e picos de audiência significarão popularidade entre o público. O telespectador está virando internauta.

Ou melhor: já virou, desde a explosão do Orkut, do fenômeno dos blogs, da tagarelice do Twitter ou das cutucadas do Facebook. Todos podem ser críticos e falar o que pensam nas mais variadas redes sociais. E o melhor: ao passo de um clique, monta a sua própria grade de programação. A TV que não está na internet, praticamente, está no limbo. Essa TV que não respeita o público pode estar com seus dias contados. Viva a convergência midi'atica e multimídia! Independência ou morte?




___________________________________________

*Observação: Este artigo faz parte da minha participação na seção Ponto de Vista, do site do Cena Aberta, onde três jornalistas publicam um artigo mostrando pontos diferenciados sobre o mesmo assunto. Todo sábado você vai encontrar
artigo escritos por Endrigo Annyston, Emanuelle Najjar e Wander Veroni.





Gostou do Café com Notícias? Então, siga-me no Twitter, assine a newsletter e participe da página no Facebook e da comunidade no Orkut.





Wander Veroni
Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

16 comentários

  1. Olha que até está muito giro este blog....tem o tipo de estrutura e de texto que me põe a pensar....é melhor inscrever-me! ;)


    Por outras palavras, adorei!

    ResponderExcluir
  2. Entendi o seu Repudio e agradeço pela dica. A TV aberta, realmente, está uma negação. Abçs, Marivan.

    ResponderExcluir
  3. Parabens cara, adorei, devido a falta de tempo e excesso de trabalho, perco muito do que se passa de bom na TV Aberta e acabo quase tendo que ver bastante do que se passa de ruim, principalmente nas emissoras regionais, para quem não tem TV Fechada ou Antena Parabólica, já que hoje a Fechada ficou cara para mim e a parabólica se foi devido a falta de espaço no novo apê, o sofrimento é maior ainda, pois nas regionais o apelo por mostrar a violência nas comunidades mais pobres e ficar gravando dentro de presidios e delegacias, além de estragar totalmente a programação, ainda denigre cada vez mais o povo humilde da periferia,pois com esse excesso de notícias de assassinatos cruéis,latrocínios e coisas piores nas favelas e vilas, as pessoas discriminam cada vez mais as pessoas de classe baixa,não só pela falta de dinheiro o que já é horrível, mas também por pensar que todos são ladrões,assassinos,traficantes...

    Fica meu desabafo.

    Abraços de um cara que te respeita pra caramba.

    ResponderExcluir
  4. Wander

    escrevi o comentário abaixo, para o post de um outro amigo, que falava da programação da tv.
    Vou postar meu comentário aqui também, pois acho que cabe...

    Como falar em democracia, quando temos uma programação tosca disponível para a grande massa.
    Alguns dizem "somos democráticos, pois cada um assiste o que quiser". É claro que isso não é verdade, pois para que o sujeito faça uma escolha, ele precisa ter acesso a tudo e sobre tudo trabalhar o senso crítico. O que acontece é que ele não desenvolveu o senso crítico, pois não teve acesso nem a uma boa educação, quanto menos a uma boa cultura.
    Sabemos que tudo funciona orquestradamente. Cada coisa é calculada, para funcionar como funciona, ou seja, educação precária + falta de cultura de qualidade = falta de senso crítico = resultado da boa audiência de certas emissoras.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Caro Wander,

    Descobri seu blog através daqueles acasos de buscas pelo Google e gostei muito dos seus textos e dos assuntos abordados nele. Também sou jornalista e fico cada vez nais frustado com a TV aberta, principalmente quando estou acompanhando alguma série no SBT. Todo mundo sabe que este canal não respeita o telespectador e cancela a exibição do que quer que seja pelo bel prazer do Silvio Santos...

    Parabéns pelo blog!
    Continuarei a vir aqui sempre que puder.
    J.Glaydson

    ResponderExcluir
  6. concordo plenamente. A tv aberta brasileira tá cada vez pior, a qualidade dos programas tá caindo muuuito! Uma das grandes vantagens de ter TV a cabo, na minha opinião, é me livrar de horários políticos e sempre ter opções de programas pra assistir. Adorei o blog!

    http://colorfulshit.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. A causa é nobre, mas vai demorar mais alguns anos até a TV que conhecemos morrer. Em 5 anos, provavelmente, a tv principal será digital, onde vc escolherá a programação.

    Acredito ainda que usuários poderão configurar a propria estação de tv e poderão ganhar um salario com isso. E esse canal poderá ser visto por outros usuários que tb queiram: será um canal com menos comerciais, assim como tv a cabo.

    ResponderExcluir
  8. Jaka,

    alguns provedores da TV Paga já possuem esse sistema "digital" que acredito que vc tenha falado em seu comentário, onde o telespectador monta a própria grade de programação. Claro, ela ainda não chegou na TV aberta, mas deve chegar em breve.

    Já esse lance do canal que vc falou já acontece na internet, pelo Youtube e outros sites de compartilhamento de vídeo. Hoje, qualquer internauta pode ser produtor de conteúdo.

    O que fala no artigo acima é que o público já descobriu que há a possibilidade de assistir muitos programas online, sem precisar ficar escravo de horários ou de decisões da emissora.

    Obrigado pelo comentário.

    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Adorei seu texto, Wander. Tb acho q se o telespectador valorizasse mais o seu tempo em frente a TV teríamos uma mídia de melhor qualidade. A internet hj é uma salvação, graças a Deus. Bjs

    ResponderExcluir
  10. @Tifon: Obrigado pela visita! Fico feliz que tenha gostado a ponto de se inscrever-se. Abraço

    @Marivan: Não é bem repúdio, sabe. É mais um "CANSEI" mesmo...rs. Abraço e obrigado pelo comentário.

    @Arnaldo Reis Trindade: Obrigado pelas palavras, Arnado. Tb lhe respeito muito, viu. A internet é uma opção para quem está sem paciência ou tempo de assistir os programas e/ou atrações. Ao mesmo tempo, vc levantou algo interessante: os jornais locais estão investindo mto em violência. Acaba que o telespectador fica sabendo de tudo que aconteceu na delegacia, menos no que rola na cidade. Abraço

    @Balaio Variado: Sim, o que vc (re)escreveu cabe ao post. É aquela velha máxima: o povo reclama de A, mas não muda de canal. É preciso mudar e, em alguns casos, desligar a TV. Abraço

    @J.Glaydson: Nossa, fiquei muito feliz com seu comentário. É muito gratificante para o blogueiro quando vemos um leitor que encontrou o blog por meio de mecanismos de buscas. Agradeço as suas palavras, ainda mais vindo de um outro colega de profissão. Abraço

    @thaaty: Fico feliz que tenha adorado o blog. Espero que volte mais vezes, ok. Olha, respeito a sua opinião. Mas, sinceramente, não vejo vantagem na TV Paga como muitos dizem. Vc é obrigado a comprar um monte de canal que em sã consciência nunca vai assistir. Sem contar as reprises intermináveis e as mudanças de horários, do mesmo jeito que há na TV aberta. Abraço

    @Suelen Silveira: Obrigado pelo comentário, Suelen. Espero que um dia o público valorize a atenção que dá a TV, pois muitos diretores de emissoras ainda não aprenderam a respeitar o telespctador. Abraço

    ResponderExcluir
  11. Hj em dia os programas estão em decadencia, mas ainda há aquele sque são excessões.. :)

    ResponderExcluir
  12. é verdade tv aberta tá muito ruim principalmente pelo sensacionalismo barato
    vi em algum lugar q a net tem mais audiencia do q a band

    ResponderExcluir
  13. está matéria foi vista e compartilhada por um usuário no odd10, o que nos fez conhecer seu blog. Muito bom, criativo e inteligente, parabéns, por isso convidamos você a fazer parte desta nova rede social que é o odd10. Participe, compartilhe, crie grupos, divulgue seu conteúdo, esperamos você, obrigado e até mais. (as matérias recém postadas vão para odds em votação)

    ResponderExcluir
  14. É isso ai Wander. É por isso que tenho cada dia mais certeza. A WebTv será o divisor de aguas para esse tipo de programação. E agora com a TV DIGITAL e a possibilidade de levar a Internet para dentro da televisão. Agora mesmo que tenho mais que certeza que a Pub WebTv está no caminho certo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Oi Wander

    Concordo com você sobre tv aberta, que lixo que é a programação, e infelizmente a tv paga segue pelo mesmo caminho, lembro-me quando morava em sp e assinei a NET muitos anos atrás,não tinha propaganda nenhuma, hoje as inserções são mais longas que a própria série.

    Eu baixo todas as séries que eu sigo (House,Dexter,etc.)e escolhi ter uma velocidade de banda larga maior que uma assinatura de tv, e minha tv em casa só é ligada em 2 ocasiões, assistir o CQC e assistir dvds.

    O desrespeito se deve à falta de educação do povo que não procura seus direitos, que continua apoiando uma programação medíocre.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  16. Concordo com o texto. Eu mesma passo mais tempo diante do pc do que da tv, porque posso assistir todas minhas séries, e programas online, e até mesmo me informar, as notícias que passam na tv estão ai disponiveis para todos também na internet.
    Um ponto forte que demonstra como a tv aberta está perdendo terreno são as novelas que estão se reduzindo, pois não agradam mais ou as pessoas preferem ver na internet.
    Mas não é só a tv aberta a paga também está em frangalhos, hoje você na globo, fox,sbt e HBO os mesmo filmes sem se quer ter uma mudança de horário. Passam sempre os mesmos filmes e muitas vezes ao mesmo tempo.
    O importante é que as pessoas estão começando a controlar seu próprio gosto e fazer como quer, embora muitas ainda estão presas as emissoras de tv.

    Beijos

    ResponderExcluir