TV Aberta requenta programação vespertina

setembro 02, 2008

Há algum tempo, os telespectadores da programação da TV Aberta estão sofrendo com a baixa qualidade da programação vespertina. Uma hora ou outra, surge uma atração que valha a pena sentar na poltrona e dedicar algumas horas por dia para acompanhá-lo. Mas isso é uma coisa rara: faz tempo que as emissoras não investem em produção de conteúdo, como o instinto Tudo a Ver, na época apresentado por Paulo Henrique Amorim e Patrícia Maldonado, às 17h30, na TV Record, no ano de 2004 a 2006. Investir em produção custa caro, mais ainda como este programa que tem o jornalismo como espinha dorsal da atração.


Na tarde de ontem (01/09), Globo e SBT redescobriram a galinha dos ovos de ouro, ou seja, mostrar o mais do mesmo, que dá audiência e levanta o Ibope. Bem, elas tentaram. Vamos começar pelo SBT com a estréia do Olha Você - uma produção inspirada livremente no Hoje em Dia, das manhãs da TV Record. Britto Jr., apresentador da Record, uma semana antes da estréia do programa do SBT, disse à imprensa, que ficava contente pela estréia do programa inspirado no dele - que pos sua vez, é inspirado no Good Morning América, da ABC, uma influente rede de televisão americana. Mas na declaração dele foi além: o que irá segurar a permanência do programa no ar, não é apenas o conteúdo, mas sim o carisma e entrosamento entre os apresentadores. Faltou isso no Olha Você, que é apresentado por Claudete Troiano, Ellen Jabour, Alexandre Bacci e Francesco Tarallo.


Programa de estréia não conta como avaliação do produto, já dizem os mais experientes em TV, pois se trata de uma atração experimental: não dá para mostrar todo potencial de um programa na sua exibição inaugural. Concordo em partes. O SBT foi sacana de colocar o Olha Você no ar agora antes dos apresentadores ficarem mais entrosados. Por todos serem novos na casa, inclusive a proposta, creio que a divulgação deveria ter sido mais intensa - pelos menos três meses de treino na gravação de pilotos, de divulgação em todos os programas da casa, inclusive incentivar os apresentadores a irem a eventos para divulgar a estréia do programa, além de criar um grupo de discussão com telespectadores e comunicólogos convidados para ir aprimorando a atração. Televisão tem o poder da ilusão e deve ser previamente planejada para inibir os erros e enaltecer os acertos.


A estréia do Olha Você deixou o SBT com 3,4 pontos de média, segundo o Ibope da Grande São Paulo. A Band, que exibia o programa Márcia ficou com 4,3, a TV Record com as pegadinhas enjoadas da Maria Cândida, no Programa da Tarde, ficou com 4, e a Globo reinou absoluta com 18 pontos. O Olha Você está com uma boa equipe de produção, a maioria importada do Hoje em Dia, e mostrou que pelo menos da parte de conteúdo ainda tem muito fôlego. Vamos torcer para que os apresentadores se entrosem mais um pouco e deixar a atração mais leve, sem um cortar o outro por causa do tempo de cada quadro ou vinheta. No programa de estréia, a convidada de estúdio para entrevista foi a jogadora de futebol e medalhista de prata na Olimpíada de Pequim 2008, Cristiane Silva que foi insistentemente perguntada sobre a questão da homossexualidade no esporte. A atleta se saiu bem da "saia justa" e disse que as jogadoras sofrem preconceito e discriminação por parte das pessoas por praticarem um esporte que dá mais visibilidade aos homens.


Enquanto isso, um pouco mais cedo, por volta das 14h30, a TV Globo requentou o seu Vale a Pena Ver de Novo com um dos seus medalhões do horário nobre: a telenovela Mulheres Apaixonadas, do autor Manoel Carlos. A emissora carioca ficou surpresa com a boa audiência do horário da antecessora Cabocla, de Benedito Rui Barbosa, que em 2004 foi exibida às 18h, e rendeu um excelente audiência, em torno dos 24 pontos de média. Houve uma grande discussão pela cúpula da Globo para escolher qual telenovela seria reprisada, até que se chegou no folhetim de Maneco, (faltando três dias para acabar Cabocla) que está na lista de sucessos do horário nobre. A estréia deixou a emissora ainda com folga no primeiro lugar e espere-se que a novela se firme em torno dos 30 pontos à tarde, o que seria uma proeza, em termos de audiência.


Com forte conteúdo polêmico, cenas de apelo sexual e cheio de debate social, como o ciúme doentio, maltrato aos idosos, violência urbana e homossexualidade feminina infanto-juvenil, Mulhres Apaixonadas, com toda certeza será muito bem re-editada para atender a classificação livre do horário da tarde. O forte da trama é a questão da crônica da cidade, os assuntos do cotidiano, além da excelente trilha musical com canções de Bossa Nova que nos faz acreditar que o Rio de Janeiro, com todo o problema da criminalidade, ainda continua sendo a cidade maravilhosa - pelo menos no bairro carioca mais televisionado do mundo, o Leblon.A última novela das 20h reprisada no Vale a Pena Ver de Novo foi Laços de Família, também de Manoel Carlos, em 2005.





Essa semana eu volto com mais Café com Notícias.




Jornalista

MAIS CAFÉ, POR FAVOR!

12 comentários

  1. Maria Eduarda Oliveira2 de set de 2008 11:38:00

    Wander, não sei como vc encontra tempo para ficar por dentro de tudo que acontece na TV! O artigo ficou muito bem escrito e nos prende do início ao fim, mesmo eu que não acompanho a programação da tarde na TV Aberta há muitos anos. Beijos, querido.

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente, não gostava da Claudete Troiano. Mas depois que aconteceu toda aqula história em torno da demissão dela, e ela foi em alguns programas de TV, passei a admirá-la. Tb torço para que o programa dê certo, mesmo ele sendo mais do mesmo, como você bem colocou.

    ResponderExcluir
  3. Wander, adorei a sua análise!!!

    :D

    Comecei a ler e fiquei impressionada como vc consegue emendar os asuntos.

    ^.^

    Sou fã do Café com Notícias pelos textos...acho q vou criar um blog tb....mas o meu vai ser sobre poemas e crônicas...que é o que gosto de escrever mais.

    Beijos *_*

    ResponderExcluir
  4. Caro amigo blogueiro, realmente esse seu artigo resume em algumas linhas as tardes televisivas dos dias de hoje. É algo literalmente triste.

    Mas também vejamos uma coisa, com essa tendencia de trabalharmos cada dia mais e ficarmos menos tempo em casa, principalmente nos horarios comerciais, acho que essa mania de trabalhar mais a cada dia e que faz com que as televisoes diminuam seus interesses em uma boa programação.

    Gostei do seu blog, estou adicionando lá nos meus favoritos.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  5. Wander, eles dão uma melhoradinha, mas acho que continua bem fraquinho mesmo. Agora, me surpreendeu a novela do vale a pena ver de novo. Ela é bem polêmica e eu nunca havia visto uma prosposta dessa para esse horário. Normalmente, eram as aguinhas com açucar das 18 horas que repetiam... ou aquelas das 20 mais light.
    Legal.. isso é sinal de evolução...

    P.S.: Meu filho de 7 meses é que lamenta o fim de Cabocla... ele se amarrava na abertura...rs
    Abração

    ResponderExcluir
  6. É verdade Wander!!
    As programações vespertinas estavam deixando a desejar...
    A novela do Maneco eu assisti, e espero ter um tempinho para poder assistir a reprise, achei que ela debateu temas mto polêmicos e interessantes!!!

    Seu café tá cada dia mais gostoso!!

    Beijooooos

    Bom dia!!

    ResponderExcluir
  7. Toda iniciativa na TV aberta é bem vinda. Se vai dar certo ou não, aí já é outra história.

    Abrazo!

    http://gambetas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ola Wander, primeiramente, obrigado pelo seu comentário no meu blog.

    Por favor neh, quando cheguei em casa a noite e a minha irma contou que estreou esse programa no SBT, fiquei revoltado com a tamanha colagem do Hoje em Dia (que por sua vez já é copiado, mas acredito já ter a sua propria personalidade).

    O problema é que o SBT é uma emissora que nao sabe esperar, muda tudo de uma hora para outra, e apela muito em busca de audiencia. Espero que esse programa tenha mais personalidade, e principalmente, nao se torne um "Programa Cor de Rosa" da vida (lembra dele, com aquela filha mais velha do Silvio?), que nao tinha conteudo coerente e pessimos apresentadores.

    Ontem, no trabalho, revi um pouco de Mulheres Apaixonadas. Tenho um vinculo emocional com essa novela por ser de 2003, um ano que me marcou muito, e ela traz as musicas e os personagens que indiretamente me remetem a esse bom ano. Ela tem cenas marcantes, como a cena em que a personagem da Vanessa Gerbelli morre de bala perdida, porem, como todas as novelas exibidas pelo Vale a pena de uns cinco aos pra cá, eu a considero recente demais para ser passada novamente.

    Mas, nao tem jeito, novela no Manoel Carlos é diferente, é linda, poetica, e mesmo sendo recente, a gente acaba se apaixonando e assistindo de novo (no meu caso, quando possível).

    Abçs!!!

    Que tal rir um pouco?

    Confira:

    ----------------------------------
    Sessão Nostalgia 4 - Sai de Baixo

    http://emlinhas.blogspot.com/

    EM LINHAS...
    Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
    ----------------------------------

    ResponderExcluir
  9. Oi, amigão!!! Ah que bom! Consegui vir aqui! Essa semana a coisa está de loucos!
    Olha, que excelente crítica vc fez do Olha Você! Foi um verdadeiro raio-x e deu pra ter uma idéia muito boa do que está acontecendo com o programa. Quero dar uma espiadinha hoje, pois aguçou a curiosidade. É complicado para uma veterana como a Claudete ter que enfrentar tal situação, né? Mas, antes disso, o importante é trabalhar.
    É, eu estou esperando a reprise de O Clone, mas parece que a Globo não vai passá-la. Já passaram novelas mais recentes, mais antigas e nada. Que droga, viu? hehehe Não gostei muito de Mulheres Apaixonadas. Eu não sou muito fã do Manoel Carlos, porque a receita é sempre a mesma: Rio de Janeiro e dramas do cotidiano no mundo paralelo (leia-se de ricos, riquíssimos hehehe). De qualquer maneira, a platinada vai continuar reinando sozinha, ao que parece. E a tua resenha da novela tb está muito completa e bem escrita, como sempre. ; )
    Beijocas pra vc e já nos falamos!
    Letícia.

    ResponderExcluir
  10. Acredito que falta 'criatividade' para os pra galera da TV. Um 'copia' o outro e fica 'tudo bem?!' O Telespectador clama por qualidade? .... Tantos questionamentos!

    "Viver e recordar" E se 'recordar' esta dando certo... pra que mudar, 'ne'


    Bom, discolei um trabalho em uma produtora de TV, fiquei com a parte de criar as ideias para os comerciais e tals, e ja senti, o quando a galera e 'arcaica', uma puta resistencia ao novo... fiquei meio 'chocado' Mas fazer o que...





    Nao sou bom em ortografia, ainda mais quando o teclado n~ao ajuda, (como hoje)
    Mas...
    Ai nao seria que POR sua vez!

    "- que pos sua vez, é inspirado no..."


    abrasss

    ResponderExcluir
  11. durante a tarde num to msm em ksa e outra, a programação na tv na parte vespestina é um saco, ainda bem que existe tv a acabo pra me salvar xD

    abraços


    Juka

    ResponderExcluir